Com hotel fechado devido a pandemia, Renato Portaluppi não tem local para ficar em Porto Alegre

Futebol Latino
LANCE!


Já pensando na possibilidade de que o Campeonato Gaúcho possa ser retomado no dia 17 de maio, data que será proposta pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) ao governador Eduardo Leite na próxima terça-feira (5), o Grêmio precisa resolver a situação de seu técnico, Renato Portaluppi.

Contudo, no momento o problema de Renato não é qualquer questão contratual, mas sim de residência na cidade de Porto Alegre. Isso porque o hotel que o treinador fica desde 2016, quando chegou ao clube, está fechado como medida de prevenção a pandemia do novo coronavírus.

Inicialmente, o clube adota uma postura cautelosa pensando nos primeiros trabalhos físicos já que, como não haverá parte de contato entre os atletas, questões táticas e que exigem a sua presença não poderão ser trabalhadas assim que o plantel voltar a trabalhar.

Esse planejamento do Imortal não comportaria a ideia do Gauchão voltar no próximo dia 17, mas sim apenas em junho. Com isso, a ideia seria fazer pelo menos um mês de trabalhos de recuperação do condicionamento para um retorno sem tamanho impacto nesse sentido.

Todavia, se a proposta da FGF for aceita e o torneio efetivamente voltar já em maio, o Grêmio se propõe a encontrar alguma alternativa de habitar Renato Portaluppi na cidade de Porto Alegre o quanto antes.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também