Com Guga titular após dieta e ganho de massa, Atlético-MG visita o Bragantino

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Guga chegou ao Atlético-MG na temporada 2019, após se destacar pelo Avaí na Série B, no ano anterior. Desde o primeiro dia na Cidade do Galo, o lateral direito alterna momentos entre titular e reserva. Na quarta temporada com a camisa alvinegra, o jogador de 23 anos faz trabalho especial para ter sequência maior de jogos. Com uma dieta especial, Guga ganhou massa muscular e tem pedido espaço, visto que tem atuado mais que Mariano, dono da vaga. É o que mostram os números deste primeiro semestre.

Titular desde a época de Cuca, Mariano disputou 13 partidas em 2022, contra 16 de Guga. O dono da camisa 2 vai ampliar esse número nos próximos dias, já que o companheiro de posição está lesionado.

Guga estará em campo nesta quarta-feira (11), contra o Red Bull Bragantino, em jogo antecipado pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no Nabi Abi Chedid, às 20h30.

"Todo lateral tem que estar muito bem na defesa e participar sempre do ataque. É uma posição que exige muito. Esse ano, eu tenho me dedicado demais para evoluir muito fisicamente", comentou Guga, a explicar a mudança nos hábitos do dia a dia.

"Estava até conversando com nosso nutricionista, que tenho ganhado muito peso, massa magra, enfim. Tenho me sentido muito bem a cada dia, a cada mês. Isso tem me ajudado muito nessa evolução desse ano", acrescentou.

O trabalho não tem apenas a participação da nutrição do Atlético-MG, mas de toda a comissão técnica. Envolve fisiologista e preparador físico também. Apesar do calendário apertado, com média de um jogo a cada três dias, Guga tem feito trabalho programado, que ajuda no ganho de massa muscular.

"Mesmo sem tempo, a gente consegue fazer uns trabalhos de força, de potência, que têm sido muito importantes. O Cristiano [Nunes, preparador físico], sempre que consegue, coloca esses trabalhos para a gente, porque é importante para a sequência. Vai ser um ano muito difícil, muito apertado, mas precisamos nos doar ainda mais, não só dentro de campo, mas fora também."

A mudança na rotina foi uma necessidade que Guga percebeu que era necessária. Como tantos jogos e pouco tempo de recuperação, estar muito bem fisicamente é algo que vai fazer diferença daqui para frente. O Atlético, por exemplo, não tem uma semana livre para treinos desde o fim de março.

"Vida de jogador aqui no Brasil é muito pesada. Poucos que convivem sabem que a gente não tem tempo para nada. É futebol 100% do tempo, com viagem, jogo e concentração. Para isso, o extracampo é de extrema importância. A gente precisa abdicar de várias coisas e precisamos tentar nos recuperar o mais rápido possível, para estar pronto para o próximo jogo", completou o lateral.

Tanto Atlético-MG quando Red Bull Bragantino têm oito pontos no Brasileiro, mas o clube de Bragança Paulista leva vantagem nos critérios de desempate. Por isso, ocupa atualmente a quinta colocação, enquanto o time mineiro é o sétimo.

Nesta quarta, um provável Atlético-MG tem: Everson; Rúbens, Alonso, Réver, Guga; Alan, Jair, Zaracho, Nacho Fernández; Ademir e Sasha.

Já o Bragantino deve ir a campo com: Cleiton; Luan Cândido, Renan, Léo Ortiz, Aderlan; Eric Ramires, Jadsom, Lucas Evangelista; Sorriso, Artur e Ytalo.

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Horário: 20h30 (de Brasília) desta quarta (11)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Transmissão: Premiere

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos