Com gols do trio Neymar, Mbappé e Cavani, PSG atropela o Celtic

Neymar tem tido êxito em ser o “cara” do PSG. E nesta terça-feira, ele iniciou aquela que é a sua principal missão: levar o clube francês ao título da Liga dos Campeões. Com um gol do camisa 10, um de Mbappé, dois de Cavani e outro contra de Lustig, o PSG fez o que dele se esperava: não tomou conhecimento do Celtic, aplicando 5 a 0 no time escocês, atuando em Glasgow, pela rodada inaugural do Grupo B da Champions. E o jogo ainda foi especial para Cavani, que chegou aos 22 gols pelo PSG na Liga, se isolando como o maior goleador do time na competição – ele dividia o posto com Ibrahimovic, que marcou 20.

Com o triunfo, o PSG assumiu a liderança da chave, já que o Bayern fez "apenas" três contra o Anderlecht, atuando na Allianz Arena. Lewandowski cobrando pênalti (que gerou a expulsão de Kums), Thiago Alcântara e Kimmich maracaram para o atual pentacampeão alemão.

PRÓXIMOS JOGOS

O Celtic volta a atuar pela Champions no próximo dia 27, quando visitará o Anderlecht, no Constant Vanden Stock. Já o PSG, no mesmo dia, fará um dos grandes jogos da fase de grupos, já que receberá o Bayern de Munique, no Parque dos Príncipes.

TRIO INSPIRADO E GOLEADA DO PSG

O PSG, atuando no 4-3-3 sem meias de origem – Di María e Pastore estão lesionados e Unai Emery optou por deixar Draxler no banco – tratou de se impor loo no começo. Com trocas de passes envolventes e mais posse de bola, o primeiro gol era questão de tempo. Gol que só não veio aos 15 minutos, pois Cavani estava em posição de impedimento.

Eis que, aos 19, veio o gol que fez justiça ao bom desempenho do PSG. Contra-ataque perfeito puxado por Rabiot, arrancada de Neymar e finalização sem nenhuma chance para Gordon. Mais um gol de Neymar contra o clube escocês.

O Celtic, mesmo desfalcado de Dembélé, não era apenas defesa. Quando tinha a bola, o time escocês bem que tentava levar perigo. E Griffiths, aos 21, obrigou Areola a praticar grande defesa – de mão trocada.

Mas se o Celtic era “apenas” esforçado, o PSG transbordava talento. Nova investida com qualidade, cruzamento de Verratti, toque de Neymar e gol de Mbappé. Aina houve tempo para o terceiro do time francês na etapa inicial. Pênalti tolo cometido por Simunovic em Cavani e cobrança perfeita do uruguaio.

GOLEADA AMPLIADA EM GLASGOW

O Celtic não se preocupou apenas em evitar uma goleada ainda maior nos 45 minutos finais. Se sobrou vontade, mas faltou eficiência nos ataques criados no primeiro tempo, o atual hexacampeão escocês voltou disposto a dar mais trabalho ao PSG. E foi o que ocorreu. Sinclair chamou a responsabilidade para si, mas Areola estava em uma noite inspirada.

PSG não diminuiu sem ímpeto, ganhou mais qualidade com o ingresso de Draxler, mas faltava certa eficiência no momento de conclusão. Mbappé e Neymar tiveram chances, por exemplo, mas quem marcou para o time francês foi... o Celtic! Após cruzamento da direita feita por Draxler, Lustig foi "surpreendido" pela bola e acabou marcando contra. Mas houve tempo para Cavani, de cabeça e sem ângulo, marcar o quinto.

FICHA TÉCNICA
CELTIC 0 X 5 PSG


Local: Celtic Park, Glasgow (ESC)
Data-hora: 12/9/2017 – 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Daniele Orsato (Fifa-ITA)
Auxiliares: Riccardo Di Fiore (Fifa-ITA) e Lorenzo Manganelli (Fifa-ITA)
Cartões amarelos: Simunovic e Ralston (CEL); Neymar (PSG)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Neymar, 18'/1ºT (0-1), Mbappé, 33'/1°T (0-2), Cavani, 39'/1ºT (0-3), Lustig (contra), 37'/2ºT (0-4) e Cavani, 39'/2ºT (0-5).

CELTIC: Gordon, Ralston, Lustig, Simunovic e Tierney; Brown e Ntcham; Roberts (Forrest, 32'/2ºT), Armstrong (Rogic, Intervalo) e Sinclair; Griffiths (Edouard, 23'/2ºT) – Técnico: Brendan Rodgers.

PSG: Areola, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Kurzawa; Thiago Motta, Rabiot (Draxler, 16'/2ºT) e Verratti; Neymar, Cavani e Mbappé (Lo Celso, 38'/2ºT) – Técnico: Unai Emery.



































E MAIS: