Com goleiros inspirados, São Paulo e Fluminense empatam no primeiro jogo final da Copa do Brasil Sub-17

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


São Paulo e Fluminense fizeram um 0 a 0 movimentado nos primeiros 90 minutos da final da Copa do Brasil Sub-17. Os Tricolores de São Paulo e Rio de Janeiro atuaram no estádio Marcelo Portugal Gouvea, casa da base são paulina, em Cotia.

Os goleiros Leandro, dos paulistas, e Cayo Felipe, dos cariocas, foram destaques com intervenções cruciais, que mantiveram o empate sem gols.

Agora, a partida de volta acontecerá nesta sexta-feira (29), às 17h30, no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ).

FLUMINENSE COMEÇA BEM

Empolgado, após nove gols nos dois jogos da semifinal, contra o Flamengo, o Fluminense iniciou o jogo ganhando o campo do São Paulo. Logo aos três minutos, o Tricolor Carioca criou uma grande oportunidade com Matheus Martins, que chegou chutando de trás, após João Neto deixar a bola passar, obrigando o goleiro são paulino João Neto fazer boa defesa.

Quatro minutos depois, o mesmo Matheus arriscou de longe em cobrança de falta, mas a bola pegou na rede pelo lado de área.

SÃO PAULO RESPONDE

Após a blitz inicial dos cariocas, os donos da casa respondera. Primeiramente aos 14 minutos da etapa inicial com João Adriano, que recebeu pelo lado direito, foi abrindo, ninguém do Flu marcou e o atleta são paulino arriscou de media distância, levando perigo ao gol de Cayo Felipe.

SÃO PAULINOS PEDIRAM PÊNALTI

Dois minutos após criar a primeira boa chance para o São Paulo, os jogadores do Tricolor reclamaram bastante da arbitragem. O goleiro Cayo Felipe saiu socando parcialmente uma bola alçada área, que voltou para Beraldo que chutou em cima de Caio Amaral. Porém, a bola pegou no braço do defensor do time carioca, o que gerou muita reclamação por parte dos são paulinos.

MATHEUS MARTINS ACORDA

Aos 38 minutos, o atacante Matheus Martins, autor das duas grandes chances do Fluminense no primeiro tempo, recebeu bom passe de Arthur, após Jefte largar a ponta esquerda e cair para o meio com grande facilidade, e chutou para fora.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA COMO O PRIMEIRO

Assim como no primeiro tempo, o Fluminense iniciou o segundo alugando o campo adversário. Aos seis minutos da etapa final, Metinho passou com facilidade pela marcação são paulina, pelo lado esquerdo, tocou para trás e Arthur chegou batendo no canto baixo para mais uma boa defesa do camisa 1 do Tricolor Paulista.

BLITZ SÃO PAULINA

Se Leandro vinha fazendo boas intervenções do lado do São Paulo, Cayo Felipe abusou da boa fase em apenas um lance. Aos 12 minutos da etapa complementar, o goleiro do Flu cortou um cruzamento baixo, no rebote fez uma grande defesa em um chute de João Adriano e na sequência do lance Palmberg rolou para trás e Negrucci chegou batendo para novo milagre do arqueiro do Tricolor Carioca.

ULTIMO MILAGRE

O Fluminense criou a última boa oportunidade do jogo, aos 48 minutos do segundo tempo, com Gustavo Lobo ajeitando de cabeça para João Neto, chutando já na pequena área, mas parando em nova grande defesa, dessa vez do são paulino Leandro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 FLUMINENSE


Local: Estádio Marcelo Portugal Gouvea, Cotia (SP)
Data e Horário: 25 de janeiro de 2021, às 20h
Árbitro: Ilbert Estavam da Silva (SP)
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Alberto Poleto Masseira (SP)
Cartão amarelo: Marquinhos

SÃO PAULO: Leandro; Flávio, Braian (Andrade, 20'/2T), Beraldo e e Belém; Léo (Kaylan, 38'/2T), Mateus Amaral (Negrucci, 9'/2T), Palmberg; Marquinhos, Talles (Caio, 9'/2T) e João Adriano (Pet, 38'/2T). Técnico: Menta.

FLUMINENSE: Cayo Felipe; Justen (Daniel, 28'/2T), Caio Amaral (Pedro Rocha, 28'/2T), Davi Schuindt e Jefté; Alexander e Metinho e Arthur (Rafael, 41'/2T); Lucas Felipe (Gustavo Lobo, 16'/2T), João Neto e Mateus Martins. Técnico: Guilherme Torres.