Com golaço de Veiga, Palmeiras bate o Botafogo-SP e vence a primeira no Paulistão

Raphael Veiga comemora o golaço que deu a vitória ao Palmeiras em Ribeirão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras venceu seu primeiro jogo no Paulistão-2023 ao bater o Botafogo-SP, por 1 a 0, em Ribeirão Preto. O resultado positivo veio graças a um golaço de Raphael Veiga, que acertou um lindo chute da intermediária. A equipe de Abel Ferreira ainda contou com a sorte para sair vitorioso diante de um adversário que foi superior e subir para a segunda posição no Grupo D do estadual.

> Veja classificação e simulador do Paulistão-2023 clicando aqui

Muita dificuldade do Verdão; Pantera mostra suas garras

O Alviverde até tentou impor um começo intenso, mas logo parou no gramado pesado e na forte marcação do Botafogo-SP. Além disso, o time de Abel Ferreira se mostrava com muita dificuldade para se movimentar e acertar o mínimo de passes para um lance de perigo. Enquanto isso, os donos da casa encontravam espaço na "bagunça" palmeirense. Salatiel e Osman deram um sufoco na defesa adversária e quase proporcionaram o primeiro gol da partida para a torcida local.

Atuação do Palmeiras segue ruim, mas Veiga e a sorte salvam

Quando parecia claro que o Verdão não sairia do zero no primeiro tempo, Raphael Veiga mostrou toda a sua qualidade ao roubar a bola na intermediária adversária, limpar a marcação e chutar de muito longe para fazer um golaço. 1 a 0 Alviverde. No entanto, ficou claro que aquele gol havia sido um oásis, tanto pelo que os palmeirenses não fizeram, quanto pelo que o Botafogo-SP fez. Teve bola na trave, teve grande defesa de Weverton e teve muita sorte dos visitantes na etapa inicial.

Volta do intervalo com mudanças, mas bagunça continua

Abel Ferreira voltou do vestiário com Atuesta no lugar de Jailson, mas pouco mudou. Isso porque o restante do time seguiu dando sinais de estar fora da forma física e técnica. Erros de passe infantis, desorganização tática e muita desatenção foram algumas das características do Palmeiras. Endrick, em uma tentativa de bicicleta, e Marcos Rocha, em lançamento de Dudu, quase ampliaram o placar, mas pararam no goleiro Rafael. Na defesa, Weverton seguia dando suporte na meta.

Botafogo-SP segue assustando e o Palmeiras levando sustos

Mesmo tendo melhorado ligeiramente no segundo tempo, o Verdão seguia visivelmente sem saber muito o que fazer em campo, com a criatividade em baixa e pouco acionando suas melhores opções. Enquanto isso, o Pantera, que havia caído de produção, se recuperou e passou a assustar novamente, já que os palmeirenses era facilmente driblados e não conseguiam acompanhar na marcação. A caminhada para o final do jogo foi um alívio para a decepcionada torcida alviverde.

E agora?

Com a vitória, o Palmeiras vai a quatro pontos no Grupo D do Paulistão-2023 e sobe para a segunda posição na chave. Na próxima rodada, o Verdão recebe o São Paulo, no Allianz Parque, neste domingo, às 16h. O Botafogo-SP, por sua vez, fica com três pontos na segunda posição do Grupo A. Também no domingo, o time do interior enfrenta o Mirassol, às 20h30, em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 0 x 1 PALMEIRAS
Local:
Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data-Hora: 19/1/2023 - 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Luis Marques
VAR: Thiago Duarte Peixoto
Público: 19.395 torcedores/R$ 1.273.425,00
Cartões amarelos: Lucas Lourenço (BOT) Abel Ferreira, Gustavo Gómez e Endrick (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gols: Raphael Veiga (25'/1ºT) (0-1)

BOTAFOGO-SP: Rafael Pascoal; Vidal (Thassio, aos 40'/2ºT), Lucas Dias, Marcel, Diogo Silva e Jean; Tárik, Fillipe Soutto (Lucas Lourenço, aos 34'/2ºT) e Guilherme Madruga (Robinho, no intervalo); Salatiel (Caio Dantas, aos 40'/2ºT) e Osman (Edson, aos 34'/2ºT). Técnico: Paulo Baier.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Garcia, aos 20'/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Jailson (Atuesta, no intervalo), Zé Rafael e Raphael Veiga (Gabriel Menino, aos 28'/2ºT); Dudu (Breno Lopes, aos 20'/2ºT), Rony e Endrick (Rafael Navarro, aos 38'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.