Com gol de Tarta, Juventude derrota o CRB e se mantém no G4

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Em partida realizada na noite deste domingo (8), pela 20ª rodada do Brasileirão Série, CRB e Juventude entraram em campo no estádio Rei Pelé, em Alagoas, em busca demais um feito na competição.

Com o resultado final de 1 a 0, o Ju chegou aos 34 pontos, mantendo-se na quarta colocação. Já o Galo, mesmo sofrendo o revés em casa, acabou estacionando na 10ª colocação com seus 26 pontos.

O jogo

Tentando assustar o CRB nos primeiros minutos, o Juventude chegou pela primeira vez apostando na lateral. Ao fazer o cruzamento, a bola de Igor caiu rapidamente quase surpreendendo Victor Souza.

No entanto, a resposta do time da casa veio rápido. Minutos depois, aos 9, Robinho recebeu boa bola em profundidade, porém cara a cara com o goleiro Marcelo Carné, o camisa 1 conseguiu fazer uma bonita defesa evitando o que seria o tento do Galo.

Até meados dos 25 minutos, era o CRB quem ainda tinhas as melhores ações no duelo. Entretanto, mesmo aparecendo com certa frequência em seu campo de ataque, a equipe local teve um gol anulado, após a arbitragem flagrar o impedimento de Robinho no lance, após rebote dado pelo goleiro do Ju.

Na reta final, o duelo passou a ficar equilibrado. Com uma chance para cada lado, sendo a primeira de Luidy, para o Galo, arriscando de fora dando trabalho a Carné, o Juventude não desanimou e, já os acréscimos, tentou uma cabeçada com Bareiro, mas Igor conseguiu salvar em cima da linha.

Já na segunda etapa, a equipe gaúcha voltou com duas alterações. Wallace Tarta e Maciel, entraram nos lugares de Neto e Rafael Silva, respectivamente. Com isso, a qualidade de passe melhorou no meio-campo, porém foram poucas as investidas contra o gol de Victor Souza.

Até os 20 minutos, o panorama do confronto era melhor para o Ju. Com boas descidas ao seu campo de ataque, Gum e companhia mantinham-se atentos a qualquer investida rival, que martelava em busca de seu gol.

Após algumas tentativas, finalmente aos 24 minutos os visitantes inauguraram o marcador no Rei Pelé. Em jogada iniciada com Gustavo, o meia encontrou Tarta sem marcação que, por sua vez, bateu na saída do arqueiro. 1 a 0.

Vendo sua equipe ser pressionada, além da desvantagem, Gabriel Cabo promoveu então suas primeira trocas. Entretanto, mesmo aparecendo mais em seu campo ofensivo, o duelo ficou marcado por um certo equilíbrio até o fim, com direito a bola de Marciel passando muito próximo ao travessão , sendo esse o último lance de perigo antes do apito final do árbitro.