Com gol de Renato Kayzer, Athletico vence Goiás na Serrinha e sai do Z4

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Em partida disputada no estádio da Serrinha, em Goiânia, o Athletico conseguiu a vitória por 1 a 0 sobre o Goiás e chegou aos 22 pontos, quantidade suficiente para jogar o arquirrival para a 17ª colocação e sair da zona de rebaixamento. Por sua vez, o time do Centro-Oeste continua distante de deixar a região baixa da tabela tendo somente 12 unidades na última posição.

QUEM CHEGOU MAIS, MARCOU

Nos primeiros 15 minutos de partida, o time visitante foi quem apresentava melhores condições em manter a posse de bola e procurar os espaços para ditar o ritmo da partida, porém sem muita eficiência na hora justamente de concluir onde perdeu boas oportunidades vindas dos pés de Léo Cittadini e Carlos Eduardo. Por outro lado, o Esmeraldino apareceu pouco na frente, demonstrando que o Athletico parecia mais perto de ser perigoso do que o inverso apesar das dificuldades anteriormente apresentadas.

E, em uma das subidas explorando a velocidade de Carlos Eduardo, o atacante protagonizou um bonito lance onde passou por Pintado deixando o lateral-direito no chão e, vindo pelo lado esquerdo, fez o cruzamento onde Renato Kayzer exerceu seu papel de centroavante e testou dando um peixinho na pequena área para superar Tadeu.

FRUSTRAÇÃO

Logo com três minutos da etapa complementar, o Goiás teve a chance de "zerar" a desvantagem no marcador em lance onde Fernandão apareceu para concluir o cruzamento de Caju e acertar a cabeçada que chegou a balançar as redes de Santos. Porém, a arbitragem jogou os ânimos do time mandante de volta a estaca inicial quando o Árbitro de Vídeo foi acionado e detectou impedimento do centroavante Esmeraldino que anulou o tento.

MUDANÇA DE RUMO

Apesar do gol anulado, quem conseguiu imprimir o volume nos primeiros 15 minutos foi o Athletico exercendo pressão na defensiva adversária e obrigando Tadeu a praticar pelo menos duas ótimas intervenções, indicando que o Rubro-Negro tinha plenas condições de conseguir ampliar o seu marcador na Serrinha. Depois desse período, o aspecto físico parece ter pesado de maneira contrária aos comandados de Paulo Autuori e, consequentemente, abriu o precedente para o Goiás crescer na partida e levar muito perigo em lance onde Sandro subiu mais alto do que a defensiva adversária para acertar o travessão de Santos.

OUTRO REVÉS

Já na reta final do compromisso, o Athletico chegou a assustar no toque contra de David Duarte e também na cabeçada de Thiago Heleno, mas não teve receio em fazer substituições indo na direção de reforçar seu sistema defensivo e tentar "segurar" o resultado até o apito final se aproveitando, também, do desespero de seu adversário.

Os donos da casa bem que tentaram aproveitar essa movimentação do time paranaense, mas demonstraram mais afobação e erros ofensivos do que poderiam e o resultado ficou mesmo com o placar mínimo na cidade de Goiânia.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0 x 1 ATHLETICO

Local: Estádio da Serrinha, Goiânia (GO)
Data e hora: 14/11/2020 - 17h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Luiz Alberto Andrini Nogueira (ambos SP)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Nikão (CAP); David Duarte, Chico, Rafael Moura, Pintado, Fernandão (GOI)
Cartões vermelhos: -
Gols: Renato Kayzer (19'/1°T)

GOIÁS: Tadeu; Pintado, David Duarte, Chico e Caju; Gilberto (Sandro, no intervalo), Ariel Cabral (Gustavo Blanco, aos 35'/2°T) e Keko (Rafael Moura, aos 27'/2°T); Douglas Baggio, Fernandão e Vinícius (Shaylon, no intervalo). Técnico: Enderson Moreira.

ATHLETICO-PR: Santos; Erick, Pedro Heleno, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Wellington (Zé Ivaldo, aos 35'/2°T), Christian (Richard, aos 35'/2°T) e Léo Cittadini (Fernando Canesin, aos 18'/2°T); Carlos Eduardo (Reinaldo, aos 23'/2°T), Renato Kayzer e Nikão. Técnico: Paulo Autuori.