Com gol de Pablo, São Paulo vence o Sport e chega a terceira vitória consecutiva no Brasileirão

·4 minuto de leitura


Em jogo fraco tecnicamente, o São Paulo venceu o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, com gol de Pablo, e se distanciou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Agora, o Tricolor está na 12ª posição, com 21 pontos conquistados e vem em recuperação no torneio, já que chegou a terceira vitória seguida.

Cristiano Ronaldo quer sair da Juventus, David Luiz agita torcida do Flamengo, Valdívia perto de novo clube… O final de semana do mercado

O clube do Morumbi vira a chave para a disputa das quartas de final da Copa do Brasil diante do Fortaleza, na quarta-feira (25), às 21h30, no Morumbi. Já o Sport joga no sábado (28), às 17h, contra a Chapecoense, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro.

VEJA A TABELA E SIMULE OS JOGOS DO CAMPEONATO BRASILEIRO!

JOGO COMEÇA E PABLO ABRE O PLACAR PARA O SÃO PAULO
Mesmo jogando fora de casa, o São Paulo iniciou a partida pressionando e assustando a meta do Sport. E com bastante volume de jogo, o Tricolor abriu o placar logo aos quatro minutos. Pablo recebeu sozinho de Rodrigo Nestor na grande área, dominou na frente do goleiro Maílson e tocou na saída dele para marcar.

O Sport assustou seis minutos depois. Após a cobrança de escanteio na área, a bola ficou no bate rebate. Volpi fez a defesa em um chute confuso de Pedro Henrique, Sabino ainda chutou na sobra, mas o goleiro defendeu novamente.

PARTIDA CAI DE PRODUÇÃO NA ILHA DO RETIRO
Depois dos lances perigosos, as duas equipes tentavam criar chances, mas erravam nos últimos passes. Bastante disputada, a partida chamava atenção mais pelos jogadores sentindo em campo. Rojas, pelo São Paulo, e Everton Felipe, pelo Sport, reclamaram de lesões, mas rapidamente voltaram ao jogo.

O Sport teve uma boa chance aos 32 minutos, depois que André sofreu falta de Miranda na entrada da área. Hernanes bateu e a bola explodiu na barreira. O São Paulo respondeu com 36 minutos. Pablo recebeu na área, devolveu de calcanhar para Rojas, mas o atacante mandou por cima da meta.

VOLPI SALVA O SÃO PAULO NO COMEÇO DO SEGUNDO TEMPO
Em busca de dar mais consistência no meio, o técnico Hernán Crespo promoveu mudança no Tricolor e colocou o volante Luan na vaga do meia Vitor Bueno. Com isso, o Sport passou a ter mais a posse de bola e quase empatou aos oito minutos. Zé Welison pegou a bola na sobra, entrou na área pela esquerda e bateu para defesa de Thiago Volpi.

Na sequência, após bate rebate na área, Marcão fez a finalização na sobra, dentro da pequena área, e Volpi praticou grande defesa.

LUCIANO E BENÍTEZ ENTRAM NO SÃO PAULO
Conforme a partida acontecia, as duas equipes mostraram novamente os mesmos erros da primeira etapa, com muitos erros de passes e faltas cometidas. O São Paulo apostava na velocidade de Rigoni, mas o argentino não levava vantagem contra a defesa do Sport.

Crespo mudou o esquema do Tricolor, colocando Diego Costa na zaga, formando o trio com Miranda e Bruno Alves. Para dar mais ofensividade, Luciano, depois de dois meses fora, entrou na vaga de Pablo. Logo depois, o meia Benítez também voltou ao time, no lugar de Rigoni.

SPORT PRESSIONA NO FIM, MAS SEM SUCESSO
No fim da partida, o time pernambucano tentava o gol de empate na base dos cruzamentos, mas a defesa são-paulina conseguia afastar bem. Volpi teve que trabalhar em chute de fora de Mikael, mas a defesa aconteceu sem problemas.

Fim de jogo com a terceira vitória consecutiva do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

SPORT 0 X 1 SÃO PAULO
Local:
Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data e horário: 22 de agosto de 2021, às 20h30
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Gols: Pablo (05'/1ºT) (0-1)
Cartões Amarelos: André, Paulinho Moccelin (SPO), Liziero, Léo (SAO)
Cartões Vermelhos:

SPORT
Mailson; Hayner, Sabino, Pedro Henrique e Sander (Chico, aos 19'/2ºT); Zé Welison (Thiago Neves, aos 19'/2ºT), Marcão Silva e Hernanes (Luciano Juba, aos 31'/2ºT); Everton Felipe (Mikael, aos 31'/2ºT), Paulinho Moccelin e André (Cristiano, aos 46'/2ºT). Técnico: Umberto Louzer.

SÃO PAULO
Volpi, Daniel Alves, Miranda, Bruno Alves e Léo; Liziero (Igor Gomes, aos 27'/2ºT), Rodrigo Nestor e Vitor Bueno (Luan, Intervalo); Rigoni (Benítez, aos 31'/2ºT), Rojas (Diego Costa, aos 12'/2ºT) e Pablo (Luciano, aos 27'/2ºT). Técnico: Hernán Crespo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos