Com gol no fim, Palmeiras vira sobre São Paulo no Brasileiro feminino


O primeiro clássico entre Palmeiras e São Paulo na temporada do futebol feminino foi emocionante. Neste domingo, o Verdão, atuando como mandante, em Vinhedo, perdeu um pênalti já perto do apito final, mas fez gol no último lance e venceu o Tricolor, de virada, por 2 a 1, pela Série A1 do Brasileiro.

O São Paulo abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, com Carol. No segundo tempo, Bia Zaneratto empatou, aos seis minutos. Aos 45, Dani colocou a mão na bola dentro da área e foi expulsa, deixando o Tricolor com um a menos, mas a goleira Carla defendeu o pênalti cobrado por Bia Zaneratto. No último lance, porém, Agustina selou a virada alviverde.

O final do clássico foi a consequência de uma partida bastante acirrada desde o início. O São Paulo foi mais eficiente marcando um golaço para abrir o placar. Aos 15 minutos do primeiro tempo, a goleira Carla repôs a bola para Glaucia, que abriu as pernas para deixá-la para Duda, que driblou a marcação e passou para Carol finalizar. A goleira Vivi ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Até o intervalo, o Tricolor criou mais chances, mas o grande nome acabou sendo mesmo a goleira Carla, que emendou sequências difíceis para manter as visitantes à frente do placar. Rosana, capitã do Palmeiras, Bia Zaneratto e Carla Nunes, artilheira da competição, tiveram boas oportunidades de empatar.

Contudo, a igualdade foi selada somente aos seis minutos do segundo tempo. Bia Zaneratto, que acaba de retornar da Seleção Brasileira, aproveitou uma sobra dentro da área para marcar pela segunda vez com a camisa do Verdão. Nos minutos finais, Bia desperdiçou o pênalti, defendido por Carla, que ainda fez milagre tirando bola no ângulo no penúltimo lance do clássico. Na última jogada, porém, ficou impossível defender a cabeçada da zagueira Agustina.

Presente no Grupo A do Campeonato Brasileiro feminino, o Palmeiras chegou a nove pontos em cinco rodadas, enquanto o São Paulo acumula sete pontos em cinco partidas. Agora, a competição será paralisada por tempo indeterminado devido à pandemia do coronavírus, de acordo com anúncio feito neste domingo pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também