Com gol de Nicolas, Goiás vence o Juventude na Serrinha

Com apoio de sua torcida, Goiás mostrou força para bater o Juventude em Goiânia (Foto: Gabriel Tadiotto/EC Juventude)


Medindo forças pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, Goiás e Juventude se enfrentaram na noite deste sábado, no estádio da Serrinha, em Goiânia. E quem se deu melhor forma os donos da casa. Apesar do empate sem gols na primeira etapa, Nicolas, já no segundo tempo, decretou a vitória por 1 a 0 ao Verdão, que se aproximou ainda mais de garantir sua vaga na próxima edição da Sul-Americana.

Com o resultado, a equipe comandada por Jair Ventura chegou aos 46 pontos pulando para a 13ª colocação. Já o time treinado por Celso Roth, por conta do tropeço, acabou estacionando com seus 21 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

INÍCIO DE JOGO EQUILIBRADO

Jogando sob seus domínios, o Goiás, logo nos primeiros minutos, foi para cima do Juventude em busca de abrir o placar rapidamente. Entretanto, o rival se mostrou atento aos lances, conseguindo uma boa sequência de finalizações com Yuri Lima e Felipe Pires, porém ambas sem sucesso.

Até meados dos 30 minutos, o panorama em campo era basicamente o mesmo. Com o Verdão conseguindo aparecer em seu campo de ataque, desperdiçou uma boa oportunidade com Pedro Raul, enquanto o Ju, momentos antes com Vitor Gabriel, também não teve êxito em sua tentativa com a defesa da equipe mandante levando a melhor no lance.

PLACAR SEM ALTERAÇÕES NA PRIMEIRA ETAPA

Na insistência de levar uma vantagem mesmo que mínima para os vestiários, o Goiás seguiu martelando. E quase se deu bem. Aos 31 minutos, Lucas Halter acertou a trave para desespero do jogador.

Não conseguindo aproveitar a melhor chance até então, o Verdão viu o adversário se fechar até os últimos momentos, garantindo 0 a 0 parcial.

JUVENTUDE TEM GOL ANULADO

Voltando para a segunda etapa sem alterações, os times, assim como no primeiro tempo, apostavam no ataque. Entretanto, apesar de boas oportunidades criadas dos dois lados, nenhuma foi o suficiente para balançar as redes.

Até que aos 20 minutos, os gaúchos conseguiram marcar. Após cobrança de escanteio, Paulo Miranda chegou a desviar com a sobra ficando com Vitor Gabriel que, apesar de estufar a rede rival, a árbitra Edina Alves Batista anulou o gol por conta de um toque de mão do centroavante.

GOIÁS MARCA E SEGURA VITÓRIA ATÉ O FIM

Com a partida se encaminhando para sua reta final, o técnico Jair Ventura promoveu mais algumas trocas, entre elas a entrada de Nicolas no lugar de Marquinhos Gabriel. E o atacante não demorou muito para deixar sua marca. Aos 36 minutos, praticamente em seu primeiro toque na bola, aproveitou cruzamento na medida de Diego e, de cabeça, abriu a contagem na Serrinha.

Em desvantagem na partida, próximo dos acréscimos, o técnico Celso Roth optou por algumas trocas dando chances aos jovens Ruan e Rafinha. Mesmo não conseguindo criar muito, ambos viram Paulo Miranda quase encontrar o empate, mas Tadeu acabou salvando o Goiás no último minuto, dando a deixa para a arbitragem encerrar o duelo em Goiânia.

FICHA TÉCNICA
Goiás 1x0 Juventude

Data e horário: 05/11/2022 - 19h (de Brasília)
Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)
Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Adriano de Assis Miranda (SP)

Cartões amarelos: Moraes, 4'/1ºT; Felipe Pires, 35'/1ºT; Diego, 36'/1ºT; Jean, 41'/1ºT; Auremir, 17'/2ºT; Luan Dias, 21'/2ºT; Hugo, 34'/2ºT; Vitor Gabriel, 38'/2ºT

Gols: Nicolas, 36'/ºT (1-0);

GOIÁS: Tadeu; Diego, Lucas Halter, Reynaldo e Hugo; Auremir (Fellipe Bastos, aos 24'/2ºT), Caio (Luan Dias, aos 21'/2ºT; Matheus Sales, aos ) e Marquinhos Gabriel (Nicolas, aos 34'/2ºT); Vinicius, Pedro Raul e Dadá Belmonte (Renato Junior, aos 25'/2ºT). (Técnico: Jair Ventura)

JUVENTUDE: César; Paulo Henrique, Paulo Miranda, Vitor Mendes e Moraes (Rodrigo Soares, aos 43'/2ºT); Jean, Yuri Lima (Elton, aos 30'/2ºT), Jadson (Rafinha, aos 42'/2ºT) e Chico Kim; Felipe Pires (Ruan, aos 42'/2ºT) e Vitor Gabriel. (Técnico: Celso Roth)