Com gol de Medina, Argentina vence Egito e ganha primeira nos Jogos Olímpicos de Tóquio

·3 minuto de leitura


Neste domingo, 25, mais um jogo movimentou o torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pela 2ª rodada do Grupo C, a Argentina entrou em campo para encarar o Egito, na Arena Sapporo. Com as duas seleções em busca do primeiro triunfo, os argentinos levaram a melhor, vencendo por 1 a 0.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

SÓ DEU ARGENTINA

​Os argentinos começaram com tudo e dominaram, inclusive, toda a primeira etapa. O primeiro susto foi com Nehuén Peréz, que, na área, tentou. Contudo, o camisa 2 perdeu o domínio, mandando a bola pela linha de fundo. Logo depois, aos 4, Gaich arriscou, mas acertou a trave dos adversários.

JOGO DISPUTADO

O Egito, conforme o andar da partida, começou a melhor e arriscou em algumas subidas ao ataque. A Argentina, por outro lado, ficava se segurando, sem grandes perigos. Uma das melhores oportunidades dos egípcios aconteceu aos 12, quando Ramadan Sobhi recebeu na área, venceu a marcação e chutou. Ledesma fez boa defesa. Os argentinos responderam com De La Fuente, mas a bola parou em cima do gol.

EGITO EM GRANDE NÍVEL

Mesmo com a Argentina dominando, os egípcios conseguiram sair melhores no contra-ataques. Aos 21, mais uma grande chance para o Egito. Ramadan Sobhi fez ótima jogada pela esquerda e rolou para Rayan, que chutou de primeira, da entrada da área, para fora.

PRESSÃO ARGENTINA

Os sul-americanos continuaram pressionando, tendo mais posse de bola. No entanto, não conseguiram oferecer perigo real para o gol do Egito. Enquanto isso, os adversários seguiram se fechando, sempre buscando o contra-ataque.

PANORAMA DIFERENTE E GOL

A Seleção Argentina mudou o seu estilo de jogo, buscando ser mais eficaz em suas finalizações. Dessa forma, não demorou para que o primeiro gol fosse anotado. Aos 6, Mac Allister cruzou da esquerda, e Medina raspou de cabeça. Assim, a bola bateu no pé da trave e ficou livre para o próprio Medina bater de primeira, não dando chances ao goleiro El Shenawy.

JOGO TRUNCADO

Depois de uma discussão entre jogadores das duas seleções, a partida se tornou mais truncada, com poucas chances sendo criadas. Assim, em um dos poucos perigos, aos 16, o Egito apareceu com Taher Mohamed, que arriscou da entrada da área. Contudo, a bola foi muito forte e passou por cima do gol de Ledesma. Onze minutos depois, Fotouh tentou de fora da área, não tendo sucesso.

NA BUSCA DO GOL

Assim como o esperado, a Argentina mudou o seu estilo de jogo após abrir o marcador. Enquanto isso, os egípcios seguiram buscando as ações de ofensividade, tentando abrir os adversários. Com isso, tentaram também em lançamentos mais longos. Entre um destes, a bola terminou nas mãos de Ledesma.

CHANCE PERIGOSA...

No final do duelo, a seleção africana aumentou seu ímpeto, em busca de, no mínimo, um empate. Aos 41, Ramadan Sohbi cobrou falta da intermediária, mas a bola saiu rente à trave. Contudo, nada foi marcado, e o jogo terminou no 1 a 0 para os argentinos.

FICHA TÉCNICA
EGITO 0 X 1 ARGENTINA
Local:
Arena Sapporo, em Sapporo (JAP)
Data/Horário: 25/07/2021 - 4h30 (de Brasília)
Árbitro: Georgi Kabakov (BÚL)
Assistentes: Martin Margaritov (BÚL) e Diyan Valkvov (BÚL)
VAR: Tiago Martins (POR)
Cartões amarelos: Ponce, De la Vega e Nehuén Pérez (Argentina)
Cartões vermelhos: -
Gols: ​Medina (6'/2ºT) (1-0)

EGITO (Técnico: Shawky Gharib)

El Shenawy; El Eraki (Fouad, aos 0'/2ºT), Osama Galal (Maher, aos 33'/2ºT), El Wench, Hegazy e Akram Tawfik; Ammar Hamdy (Adel, aos 14'/2ºT), Ramadan Sobhi e Fotouh; Rayan e Mohsen (Taher Mohamed, aos 14'/2ºT).

ARGENTINA (Técnico: Fernando Batista)

Ledesma; De La Fuenta, Nehuén Pérez, Medina e Bravo; Vera, Mac Allister (Almada, aos 43'/2ºT), De la Vega, Payero (Belmonte, aos 33'/2ºT) e Barco (Urzi, aos 16'/2ºT); Gaich (Ponce, aos 16'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos