Com gol de Edílson, Avaí vence o Brusque e vai à final do Catarinense

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


E o torcedor do Avaí soltou o grito de alívio na noite desta quarta-feira, pela segunda partida da semifinal do Campeonato Catarinense, após um empate sem gols na ida. Depois um primeiro tempo morno, os comandados de Claudinei Oliveira voltaram com uma postura mais ofensiva nos últimos 45 minutos e, com gol de Edílson, bateu o Brusque pelo placar mínimo de 1 a 0.

O resultado levou o Leão para a decisão do estadual contra a Chapecoense que, por sua vez, eliminou o Marcílio Dias na mesma fase. O primeiro confronto está agendado para o próximo domingo, no estádio da Ressacada.

INÍCIO DE JOGO EQUILIBRADO

Buscando abrir o placar desde os primeiros minutos, tanto a equipe do Brusque, quanto a do Avaí, trataram de ir ao ataque. No entanto, mesmo com essa ofensividade de ambos, nada de importante aconteceu até meados dos 15 minutos, com pouco trabalho aos goleiros Glédson e Dalberson, respectivamente.

AVAÍ CRESCE, MAS FINALIZAVA POUCO

Com o tempo passando, o time de Claudinei Oliveira foi tentando se soltar mais em campo. Entretanto, mesmo conseguindo avançar ao seu campo de ataque, foram poucos os lances de perigo contra o gol Quadricolor, com exceção dos chutes de Getúlio e Edílson, que passaram longe da meta rival.

Por outro lado, os donos da casa praticamente mantiveram o mesmo ritmo. Além de seus poucos avanços, o único lance de real perigo saiu dos pés de Rodolfo Potiguar, pegando rebote da defesa do Leão, mas a bola também foi para fora.

PANORAMA IGUAL NO INÍCIO DO SEGUNDO TEMPO

Sem substituições promovidas por ambos os treinadores, as equipes retornaram a campo com seus esquemas iniciais. Diferente de como foi no primeiro tempo, o Avaí tentou tomar as ações diante do adversário, conseguindo criar chances como a de Giovanni, aos 10 minutos, após uma finalização de primeira contra Dalberson.

Percebendo sua equipe evoluir, Claudinei então decidiu promover suas primeiras trocas colocando Vinícius Leite e Renato no lugar de Valdívia e Júnior Dutra, respectivamente. E quase deu certo. No lance seguinte, aos 15 minutos, Lourenço exigiu que o camisa 12 rival mostrasse serviço, fazendo uma defesa tranquila no lance.

APÓS INSISTÊNCIA, VISITANTES ABREM O PLACAR

Martelando muito a defesa rival, o Avaí, aos 21 minutos, finalmente encontrou seu tento. Após cobrança de escanteio, Getúlio desviou para trás encontrando em boas condições Edílson, que limpou a jogada e bateu para o gol contando com um desvio antes da bola entrar. Leão 1 a 0.

Sem perder tempo, o treinador do Quadricolor, Jerson Testoni, então recuou ao seus suplentes. Com algumas trocas visando o setor de ataque, Fio e Bruno Mota entraram para dar um ânimo novo ao time, porém sem muito sucesso até meados dos 35 minutos.

BRUSQUE VAI PARA O TUDO OU NADA NA RETA FINAL

Em busca de seu gol de empate nos últimos momentos da partida, os donos da casa sabiam que o tempo era o principal adversário em campo. Mesmo com os acréscimos dados pela arbitragem, além da verdadeira blitz na área do Leão, poucas foram as vezes que o jogadores do Bruscão deram trabalho a Glédson, fazendo com que os visitantes conseguissem segurar o resultado simples até o fim comemorando muito a vaga na decisão do Catarinense.

FICHA TÉCNICA
BRUSQUE x AVAÍ - SEMIFINAL DO CAMPEONATO CATARINENSE
Estádio: Augusto Bauer, Brusque (SC)
Data: 19 de maio de 2021, às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado
Assistentes: Helton Nunes e Eder Alexandre
Cartões amarelos: Bruno Alves e Jerson Testoni (BRU) / Diego Renan (AVA)
Cartões vermelhos: -

GOL: Edílson, 21'/2ºT

BRUSQUE (Técnico: Jerson Testoni)
Dalbeson; Toty, Ianson, Everton Alemão e Airton; Zé Mateus, Rodolfo (Fio, aos 26'/2ºT), Garcez e Bruno Alves; Tiago Alagoano e Júnior Pirambu (Bruno Mota, aos 26'/2ºT).

AVAÍ (Técnico: Claudinei Oliveira)
Gledson; Edilson, Betão, Alemão e Diego Renan (João Lucas, aos 28'/2ºT); Bruno Silva, Lourenço e Giovanni; Valdívia (Vinícius Leite, aos 12'/2ºT), Getúlio (Jonathan, aos 28'/2ºT) e Júnior Dutra (Renato, aos 12'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos