Com futuro incerto, Yony mantém o foco e prova ser peça-chave do Flu

Joel Silva
LANCE!
Yony comemora o gol que deu a vitória sobre o CSA (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Yony comemora o gol que deu a vitória sobre o CSA (Foto: Mailson Santana/Fluminense)


A magra vitória sobre o CSA tirou o Fluminense da zona de rebaixamento, lugar ocupado pelo Tricolor nas últimas duas rodadas. O resultado deu alívio aos torcedores, jogou ainda mais pressão nos rivais e serviu para amenizar a situação conturbada de Yony González, autor do gol solitário que valeu os três pontos.

Com contrato se encerrando no fim do ano, o colombiano dificilmente vai permanecer no Fluminense e isso causa um certo mal-estar com os tricolores. No entanto, o atacante segue realizando o seu trabalho da melhor maneira possível. Empenho e dedicação parecem não faltar ao jogador, que se entrega bastante nas partidas.

Além das atribuições ofensivas, Yony se destaca também na marcação, sendo um importante jogador na recomposição defensiva pelo lado esquerdo. Contra o CSA, o colombiano foi, ao lado de Caio Henrique, o jogador com mais roubadas de bola Fluminense, três ao todo. No ataque, tirando o gol, ainda contribuiu com uma boa assistência para finalização, que não foi aproveitada por Nenê.

A boa atuação serviu para Yony González encerrar um jejum de 10 jogos sem marcar. A última vez que estufou as redes foi no clássico diante do Botafogo, no dia 6 de outubro. Na ocasião também deu a vitória ao Tricolor, que venceu por 1 a 0. A situação se repetiu contra o Internacional, quando ele marcou o primeiro gol da vitória por 2 a 1, o antepenúltimo marcado pelo colombiano. O fato curioso é que os três foram marcados de cabeça.

TABELA
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro



- Fico muito feliz por voltar a marcar. Estava precisando. Dez jogos sem marcar. O mais importante é que conseguimos os três pontos. O time precisava da vitória. Estamos passando por uma situação difícil, mas sempre acreditamos e trabalhamos sempre. Parabéns pela vitória para todos os meus companheiros - disse Yony após o fim da partida.

Apesar da escassez de gols nas últimas partidas, o colombiano se mostra pé quente quando balança as redes e essa sorte precisa estar presente nos quatro jogos restantes. Yony é o artilheiro do Fluminense na temporada com 17 gols, marcados em 14 jogos diferentes. Destes, em apenas dois o Tricolor foi derrotado. Um jogo foi contra o Flamengo, 2 a 1, na semifinal da Taça Rio e o outro foi para o São Paulo, pelo mesmo placar, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

FUTURO INCERTO

Apesar de tentar despistar sobre o assunto, Yony González tem um pré-contrato assinado com o Benfica, de Portugal, clube que vai defender a partir de janeiro. Quanto a permanência, os dirigentes do Fluminense possuem opiniões contrárias sobre o jogador. Em setembro, o vice-presidente geral, Celso Barros, na época o responsável pelo futebol tricolor, afirmou que dificilmente o colombiano iria permanecer.

- Ele não demonstra e a gente não sente muito interesse dele em permanecer. Como é um atleta que veio sem custos, o direito é dele, fizemos até uma proposta parcelando uma eventual compra dos direitos, com um contrato maior, mas ele ainda não deu resposta.

Recentemente, o presidente Mário Bittencourt fez questão de ressaltar o profissionalismo do atacante, se mostrando mais confiante sobre uma possível renovação de contrato, revelando ainda o interesse do Benfica, porém descartando que o contrato já esteja assinado.

- O Yony se dedica muito, mesmo em fim de contrato e com muitas especulações. Ele é muito sério e joga por amor a profissão. O Benfica mandou uma carta para nós dizendo que estava iniciando uma conversa. Mostrei para ele, que me confirmou que está sim conversando, mas que não assinou nada ainda. Não sei o valor da proposta, mas acredito que esteja aberto para conversar.

O Fluminense já fez três propostas para renovar o contrato do colombiano. Entretanto, todas foram recusadas pelo jogador. Yony González afirmou que vai conversar novamente com o clube após o Campeonato Brasileiro.

- Estou focado em fazer o melhor pelo Fluminense, para tirar o time dessa situação. Falei para a diretoria para esperar acabar o campeonato que meu pai iria conversar novamente com eles.

























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também