Com fratura na mão e desgaste, Guarín pode ser poupado pelo Vasco

Luiza Sá
LANCE!


O volante Fredy Guarín teve uma fratura no quinto dedo da mão direita constatada após exames nesta sexta-feira. O colombiano machucou a região durante a vitória por 1 a 0 contra o ABC, nesta quinta, pela segunda fase da Copa do Brasil. O jogador precisará apenas imobilizar a região, sem necessidade de cirurgia. No entanto, a participação na partida do próximo domingo, contra o Volta Redonda, é incerta.

Guarín atuou por 68 minutos no Maracanã, mais do que a comissão técnica projetava antes do jogo. Entretanto, saiu com muito desgaste físico e sentindo o adutor. O técnico Abel Braga já havia dito, em entrevista coletiva, que precisaria analisar as condições do colombiano para a próxima partida. A comissão ainda vai analisar se preservará o jogador ou não.

- O Guarín sofreu uma fratura no quinto dedo da mão direita. Será tratado de forma conservadora, apenas com imobilização, sem necessidade cirúrgica. Por isso, está apto a jogar e vai atuar com proteção. Mas jogou ontem e saiu fatigado, a rotina de treinos está intensa. Pela fratura não limita a participação em jogos, mas faremos a avaliação fisiológica para entender se está em condições de jogar a próxima partida - disse o diretor médico do Vasco, Marcos Teixeira, em contato com o LANCE!.

Guarín foi titular pela primeira vez desde que retornou ao Vasco e foi bem. A próxima partida do Vasco é no domingo, contra o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, às 16h.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também