Com favoritas, Brasil fecha delegação para estreia do skate nos Jogos Olímpicos

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com o encerramento do Mundial de street, realizado em Roma até este domingo (6), o skate brasileiro definiu todos os seus representantes na Olimpíada de Tóquio.

O país preencherá o número máximo de vagas permitidas no esporte que fará sua estreia no programa olímpico: 12, distribuídas nas categorias park e street, masculino e feminino.

O park reúne vários elementos construídos para a prática do skate, como rampas de diversos tamanhos e raios, além de extensões e bowls (pista com formato de piscina) Já o street simula a paisagem urbana, com bancos, escadas, corrimões e calçamento como espaços de manobras.

O Brasil já tinha definido seus representantes no park há duas semanas, após o Dew Tour, última competição da categoria valendo pontos para a corrida olímpica. Dora Varella, 19, Isadora Pacheco, 16, Yndiara Asp, 23, Luizinho Francisco, 20, Pedro Barros, 26, e Pedro Quintas, 20, foram os classificados.

No street estão confirmados Pâmela Rosa, 21, Rayssa Leal, 13, Leticia Bufoni, 28, Kelvin Hoefler, 27, Felipe Gustavo, 30, e Giovanni Vianna, 20.

A categoria street feminino, em que o país chegou ao Mundial com três skatistas entre as quatro melhores do ranking, representa as melhores chances de pódio para o Brasil. Pamela, Rayssa e Leticia tem sido dominantes na trajetória olímpica do skate e podem até conquistar um inédito pódio triplo para o país.

No park masculino, Luizinho e o multicampeão Pedro Barros aparecem em terceiro e quarto no ranking, respectivamente.

O skate desponta como possível carro-chefe de medalhas para o Brasil nesta edição dos Jogos Olímpicos. O país é um dos que têm dominado o esporte nos últimos anos, ao lado de EUA e Japão.

Durante o ciclo olímpico, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e o COB (Comitê Olímpico do Brasil) investiram na criação de uma seleção em que os atletas convocados recebem auxílio mensal e contam com suporte médico, psicológico e de fisioterapia.

A estreia do esporte nos Jogos será em 25 de julho (domingo no Japão), com o street masculino (às 21h de sábado, 24, no Brasil). No dia seguinte, será a vez do street feminino. As disputas começam e acabam no mesmo dia.

O park fecha a participação nos dias 4 e 5 de agosto. No total, 80 skatistas estarão em Tóquio (20 por categoria e gênero).