Com erros da defesa, Botafogo perde em casa na Libertadores

Com erros da defesa, Botafogo perde em casa na Libertadores

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Botafogo perdeu sua invencibilidade na fase de grupos da Copa Libertadores nesta terça-feira (2). Com falhas do setor defensivo, a equipe carioca foi derrotada por 2 a 0 pelo Barcelona de Guayaquil (EQU), no Engenhão, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos.

Os equatorianos abriram o placar logo aos 6min do primeiro tempo. O ponta esquerda Ayoví recebeu passe de Alemán, se livrou de Carli em velocidade e chutou para o fundo do gol.

Já aos 23min, o Barcelona consolidou o resultado. Os zagueiros do Botafogo e o goleiro Gatito Fernández se atrapalharam em uma bola longa e permitiram que Álvez ficasse com o gol aberto para marcar.

Com pouca aproximação entre os setores, os cariocas mal ameaçaram no primeiro tempo. Na melhor chance, Guilherme saiu na cara do gol, mas demorou para finalizar e acabou desarmado.

Na segunda etapa, o time carioca tomou conta da posse de bola, passou a jogar no campo do rival e pressionou em busca do empate, principalmente com cruzamentos, mas sem sucesso.

Após a vitória, o time equatoriano, que lídera o grupo 1 com 10 pontos, já garantiu a ida às oitavas de final do torneio. O Botafogo é o segundo colocado da chave com sete. Já o Atlético Nacional (COL) e o Estudiantes (ARG) possuem três pontos.

O Botafogo volta a jogar em casa em 18 de maio, contra o Atlético Nacional, e fecha sua participação na fase de grupos contra o Estudiantes, em La Plata, em 25 de maio.

BOTAFOGO

Gatito Fernández; Emerson, Joel Carli, Emerson Silva (Marcelo) e Victor Luís; João Paulo e Airton (Fernandes); Rodrigo Pimpão, Camilo (Roger) e Guilherme; Sassá. Técnico: Jair Ventura

BARCELONA DE GUAYAQUIL

Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga e Pineida; Gabriel Marques e Calderón (Segundo Castillo); Valencia (Erick Castillo), Alemán (Ariel) e Ayoví; Jonatan Álvez. Técnico: Guillermo Almada

Estádio: Engenhão, Rio

Juiz: Mario Díaz de Vivar (Paraguai)

Cartões amarelos: Airton, Marcelo e Rodrigo Pimpão (Botafogo); Calderón, Velasco e Pineida (Barcelona)

Gols: Ayoví, aos 6min, e Jonatan Álvez (ambos do Barcelona), aos 23 min do 1º tempo