Com domínio de ponta a ponta, Verstappen vence GP da Áustria de F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Absoluto de ponta a ponta, Max Verstappen conquistou neste domingo (4) a vitória no Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1. O holandês da Red Bull já havia vencido as duas últimas etapas da temporada, o GP da França e GP da Estíria, na semana passada. Líder do Mundial de Pilotos, Verstappen agora soma 182 pontos, 32 a mais do que o segundo colocado, Lewis Hamilton, da Mercedes, com 150.

Foi a quinta vitória do holandês nesta temporada. Verstappen também fez a melhor volta da prova. O pódio foi completado por Valtteri Bottas, da Mercedes, e Lando Norris, da McLaren. Atual campeão, Lewis Hamilton terminou na quarta posição.

Logo na primeira volta houve bandeira amarela após o carro de Esteban Ocon deixar a prova, sem conseguir sair após ficar fechado entre Mick Schumacher e Antonio Giovinazzi. Na relargada, Verstappen, que havia largado na pole, manteve a liderança, aumentando a distância para Norris a cada volta. Na tentativa de defender a segunda posição, o britânico da McLaren fechou o carro na curva, em disputa com Sergio Pérez, da Red Bull. Pela manobra, acabou recebendo punição de 5 segundos.

Lewis Hamilton, por sua vez, acabou conquistando a segunda posição de Norris. Antes da corrida, o heptacampeão da F1, que renovou contrato com a Mercedes por mais dois anos, havia dito que sua corrida seria contra Norris e Pérez. De fato, Verstappen passeava na pista. O líder do campeonato não sofria ameaça, mostrando mais uma vez o amplo domínio do carro da Red Bull na temporada.

Após perder a segunda posição, Norris parou nos boxes junto com Valtteri Bottas na 31ª volta. O finlandês da Mercedes ultrapassou o rival por conta da punição de 5 segundos e subiu para a terceira posição. Hamilton colocou pneus duros na volta seguinte. Com boa vantagem, Verstappen foi para os boxes em seguida.

Depois de ter perdido posições após a fechada de Norris, Pérez teve disputa parecida com Charles Leclerc por duas vezes. Só que, dessa vez, quem fechou o adversário foi o mexicano, que tomou duas punições de 5 segundos, prejudicando sua prova. O mexicano ainda fez boa recuperação, terminando em sexto lugar.

Com problemas no carro, Hamilton cedeu a segunda posição para Bottas, seu companheiro de equipe. Em seguida, também não conseguiu segurar o compatriota Norris. Com isso, o atual campeão da F1 deixava o pódio. Em dificuldade, Hamilton parou novamente nos boxes na 58ª volta, mas manteve a quarta posição. Verstappen também fez parada, três voltas depois, para colocar pneus duros novos. De novo, sem sofrer ameaça até o final da corrida.

A próxima etapa da temporada será o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, no dia 18 de julho.

RESULTADO DO GP

1. M. Verstappen (Red Bull)

2. V. Bottas (Mercedes)

3. L. Norris (McLaren)

4. L. Hamilton (Mercedes)

5. C. Sainz Jr. (Ferrari)

6. S. Perez (Red Bull)

7. D. Ricciardo (McLaren)

8. C. Leclerc (Ferrari)

9. P. Gasly (AlphaTauri)

10. F. Alonso (Alpine)

11. G. Russell (Williams)

12. Y. Tsunoda (AlphaTauri)

13. L. Stroll (Aston Martin)

14. A. Giovinazzi (Alfa Romeo)

15. N. Latifi (Williams)

16. K. Raikkonen (Alfa Romeo)

17. S. Vettel (Aston Martin) - não concluiu

18. M. Schumacher (Haas)

19. N. Mazepin (Haas)

20. E. Ocon (Alpine) - não concluiu

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos