Com dois gols no segundo tempo, Operário-PR vence o Remo e se afasta do Z4 da Série B

·4 min de leitura


Em confronto direto para afastar-se do risco de rebaixamento, Operário-PR e Remo mediram forças na noite desta terça-feira, pela 35ª rodada da Série B do Brasileirão, no estádio Germano Krüger. Apesar do primeiro tempo zerado, o Fantasma, na etapa final, chegou a marcar com Felipe Garcia e Schumacher, porém viu o Leão descontar no fim, fechando o duelo em 2 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Ricardo Catalá chegou aos 45 pontos, pulando para a 10ª colocação. Já o time de Felipe Conceição, por contra do tropeço fora de casa, acabou estacionando na 15ª posição com seus 41 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Operário-PR melhor no início

Fazendo valer o fator casa, a equipe do Operário-PR não quis saber de ceder espaços para o time do Remo e tratou de ir para cima. Entretanto, mesmo aparecendo com certa frequência em seu campo de ataque, o Fantasma praticamente não ofereceu perigo ao goleiro Thiago Coelho, que praticamente não trabalhou nos 10 primeiros minutos.

Por outro lado, o Leão, quando tinha a posse de bola, tentou responder na mesma moeda. Não muito diferente de como foi com o adversário, a melhor chance foi em uma cobrança de falta próximo à área, batida por Matheus Oliveira, porém Thiago Braga acabou fazendo a defesa.

Duelo passa a ficar mais equilibrado

Diferente de como foi nos primeiros movimentos, o panorama do confronto passou a ficar mais equilibrado com o passar do tempo. Por parte dos mandantes, as melhores chances foram de Lucas Mendes e Paulo Sérgio, tendo esse último exigido uma defesa do camisa 1 do clube de Belém, que foi obrigado a executá-la em dois tempos.

Já por parte dos visitantes, o melhor em campo até então, Matheus Oliveira, outra vez testou o arqueiro rival. Após aproveitar rebote na tentativa de Igor Fernandes, o atacante chutou rasteiro, com os jogadores pedindo escanteio no lance, mas a arbitragem acabou marcando apenas tiro de meta.

Fantasma busca primeiro gol ainda na etapa inicial

Passado o momento de chances para os dois lados, a equipe de Ricardo Catalá então passou a comandar as ações até o final do primeiro tempo. Em quatro tentativas, sendo a melhor delas com Thomaz, que arriscou um forte chute de fora da área e viu sua bola passar perto do gol de Thiago Coelho, mantendo o placar em zero nos primeiros 45 minutos.

Donos da casa adotam postura ofensiva e encontram seu gol

Não muito diferente de como foi no início do duelo, o Operário voltou disposto a balançar a rede adversária. Até meados dos 15 minutos, pressionava o Remo ficando mais com a posse de bola, mas acabou não tendo êxito nas finalizações já que Thiago Coelho conseguiu levar vantagem em todos os lances.

Após muita insistência, aos 17 minutos, Felipe Garcia conseguiu tirar o zero do placar. Em cobrança de escanteio de Lucas Mendes, o atacante cabeceou sozinho com a bola batendo na trave antes de entrar.

Fantasma amplia, e Remo desconta no fim

Com substituições de ambos os lados, a equipe paranaense, ainda assim, seguia melhor em campo. Mesmo com o Remo buscando o empate, as coisas não davam certo para os comandados de Felipe Conceição.

Sendo assim, aos 44, Schumacher, que havia entrado momentos antes no lugar de Paulo Sérgio, marcou mais um. Após pegar o rebote na bola que acabou sobrando na área, o atacante tocou para o fundo das redes fazendo 2 a 0.

Já nos acréscimos, o Leão até conseguiu encontrar seu gol. Depois de revisar no VAR o lance em que a bola teria batido no braço de Odivan, o juiz acabou assinalando a penalidade aos 49, dando a deixa para Renan Gorne balançar as redes na cobrança, porém não sendo o suficiente fechando o placar em 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO-PR 2x1 REMO

Data e horário: 09/11/2021, às 19h (de Brasília)
​Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA-RJ)
Assistentes: Michael Correa (CBF-RJ) e Luiz Claudio Regazone (CBF-RJ)
VAR: (CBF-SP)

Cartões Amarelos: Fábio Alemão, 17'/1ºT

Gols: Felipe Garcia, 17'/2ºT (1-0); Schumacher, 44'/2ºT (1-1); Renan Gorne, 49'/2ºT (2-1)

OPERÁRIO-PR: Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Guedes (Rodrigo Pimpão, aos 29'/2ºT), Marcelo e Rafael Chorão (Gustavo Lopes, aos 40'/2ºT); Felipe Garcia (Odivan, aos 29'/2ºT), Thomaz (Marcelo Santos, aos 40'/2ºT) e Paulo Sérgio (Schumacher, aos 34'/2ºT).
(Técnico: Ricardo Catalá)

REMO: Thiago Coelho; Thiago Ennes (Wellington Silva, aos 37'/2ºT), Rafael Jansen, Romércio e Igor Fernandes (Raimar, aos 38'/2ºT); Anderson Uchoa, Pingo (Jefferson, aos 32'/2ºT) e Lucas Siqueira (Ronald, aos 24'/2ºT); Victor Andrade, Matheus Oliveira e Neto Pessoa (Renan Gorne, aos 37'/2ºT).
(Técnico: Felipe Conceição)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos