Com críticas a Ceni e diretoria, membros de torcida organizada do Flamengo fazem protesto na Gávea

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


No dia seguinte à derrota para o Atlético-MG, membros de uma torcida organizada do Flamengo se reuniram na entrada do sede social da Gávea para se manifestar contra o atual momento da equipe. O grupo, que contava com cerca de 20 torcedores, levaram faixas e fizeram barulho aos gritos de "Time sem vergonha" e "Acabou o amor, isso aqui vai virar um inferno".

+ Em cinco anos, vendas de “Garotos do Ninho” turbinam receitas do Flamengo

Os principais alvos de cobrança foram o técnico Rogério Ceni, o meia-atacante Vitinho e a diretoria rubro-negra. As fotos do protesto circulam nas redes sociais. As faixas trazem frases como: "Fora Ceni", "Vitinho, você está de sacanagem?" e "Cadê 22.222", uma ironia em alusão ao vice-presidente de futebol, Marcos Braz, que foi eleito vereador em 2020.

Os seguranças do clube foram chamados para fiscalizar a entrada da Gávea e o policiamento foi reforçado no local. De acordo com o jornalista Wesley Ramon, três viaturas da Polícia Militar se encaminharam ao local e acompanharam o protesto de perto.

+ Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Com quatro derrotas nos últimos seis jogos, o Flamengo soma 12 pontos e ocupa a 11ª posição no Campeonato Brasileiro. A equipe volta a campo no próximo domingo, às 18h15 (de Brasília), para enfrentar a Chapecoense, no Maracanã. O LANCE! acompanha a partida em Tempo Real.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos