Com cobrança e participação de Ceni, Fla trabalha pressão na saída de bola

Matheus Dantas
·1 minuto de leitura


A quinta-feira foi de reapresentação para o elenco do Flamengo após a derrota para o São Paulo, por 2 a 1 nas quartas de final da Copa do Brasil, Com muita cobrança pela movimentação e até a participação de Rogério Ceni com a bola em determinado momento do treino, o grupo trabalhou a saída de bola com o goleiro sofrendo pressão intensa - situação que se viu no revés de quarta, quando Hugo Souza tentou driblar o rival, foi desarmado e Brenner marcou.

> Confira a tabela do Brasileirão

Quem iniciou a partida fez um trabalho regenerativo, por sua vez, na parte interna do CT do Ninho do Urubu. Os demais foram a campo e trabalharam com Rogério Ceni, que comandou a segunda atividade desde que chegou ao clube. Confira as imagens divulgadas pelo clube do treino desta quinta-feira.

Diego Alves, que deixou o jogo com cãibras, e Arrascaeta, que voltou a defender o time após mais de um mês, se reapresentaram sem dores. Portanto, devem ficar à disposição de Ceni para enfrentarem o Atlético-GO, sábado. A tendência é que sejam titulares para adquirirem ritmo de jogo visando a decisão contra o São Paulo na próxima quarta-feira, no Morumbi.

Assim, os jogadores que seguem entregues ao departamento médico são o zagueiro Rodrigo Caio, o meia Diego Ribas e o lateral-esquerdo Filipe Luís.