Com Ceni de volta, Flamengo coloca invencibilidade à prova contra o 'semelhante' RB Bragantino

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Após se classificar às oitavas de final da Copa do Brasil no meio da semana, o Flamengo volta a campo neste sábado em busca de manter a boa fase recente. O adversário será o Red Bull Bragantino, às 21h (de Brasília), no Maracanã. O LANCE! acompanha a partida em Tempo Real.

+ Flamengo x RB Bragantino: prováveis times, onde ver, desfalques e palpites

Ainda com uma extensa lista de desfalques, o Flamengo contará pelo menos com um importante retorno. Após cumprir 10 dias de quarentena e ficar três jogos fora, o técnico Rogério Ceni voltou aos trabalhos presenciais na última quinta e comandará a equipe na beira do gramado neste sábado.

Na noite de sexta-feira, véspera da partida, o treinador participou do programa "Semana Rubro-Negra", da FlaTV, e revelou ter focado grande parte do tempo do "home office" para analisar os adversários. Sobre o Red Bull Bragantino, ele ressaltou o bom momento vivido pela equipe, projetou o duelo e destacou também o maior grau de dificuldade em relação aos últimos jogos.

- É um time muito bom e bem dirigido pelo Barbieri, que já trabalhou aqui no Flamengo. Ele está conseguindo construir um time eficiente. É um clube que tem dinheiro para investimento, traz jovens jogadores e de alta categoria. Tem um sistema de jogo até parecido com nosso. Joga em uma rotação alta, busca o gol, busca a posse de bola também.

+ Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

- Um jogo duríssimo, bem mais complicado do que foi contra Coritiba e América-MG, com todo respeito. Os últimos jogos, em tese, foram mais controlados, acho que esse será mais equilibrado e com a posse de bola mais parelha. Vamos atrás da vitória, jogando com linhas altas, pressão, como de costume, independente de jogar em casa ou fora - finalizou Ceni.

Rogério Ceni - Flamengo
Rogério Ceni - Flamengo

Ceni conversa com atletas no Ninho (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

INVENCIBILIDADE EM JOGO

Além dos três pontos e da manutenção do 100% de aproveitamento no Brasileirão, o Flamengo encontra o RB Bragantino com a missão de ampliar a sequência invicta. A última derrota da equipe foi há mais de dois meses, em 15 de abril, para o Vasco, pela Taça Guanabara.

Desde então, são 16 jogos de invencibilidade, com 11 vitórias e cinco empates. Sobre essa série de bons resultados, Rogério Ceni ressaltou a participação de um grande números de jogadores, principalmente os que passaram a receber mais oportunidades nas últimas semanas.

- Nesses 16 jogos, acho que teve a participação de uma gama de jogadores. Teve uma parte com o time que está mais acostumado a jogar, com Arrascaeta, Everton (Ribeiro), Gabigol. Depois, a gente já fez algumas alterações e hoje nós temos uma ataque que joga Vitinho, Michael, Bruno Henrique e Muniz ou Pedro. Há também a intensidade e o desejo dos jogadores, eles têm muita fome. São jogadores que estão buscando espaço e querem muito a vitória.

+ Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

A sequência invicta é, inclusive, a maior desde a chegada de Rogério Ceni ao Flamengo, mas ainda está longe de igualar a impressionante série de 2019. Na época, ainda sob comando de Jorge Jesus, o Flamengo ficou 29 jogos sem saber o que era uma derrota. Será que dá para repetir o feito?

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos