Com Calleri e Gabriel Neves, São Paulo bate recorde histórico do clube

·2 minuto de leitura


O São Paulo bateu um recorde na última segunda-feira (30). Ao contratar o uruguaio Gabriel Neves e o argentino Jonathan Calleri, o Tricolor chegou ao maior número de estrangeiros no elenco em sua história. Ao todo, são oito jogadores que não nasceram no Brasil, divididos em cinco nacionalidades.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Os jogadores estrangeiros que estão no São Paulo são: Benítez, Rigoni e Calleri, argentinos; Arboleda e Rojas, equatorianos; Orejuela, colombiano; Galeano, paraguaio; e Gabriel Neves, uruguaio.

O número é inédito em relação à quantidade de estrangeiros simultaneamente no elenco. Durante a temporada de 2016, o São Paulo chegou a ter oito estrangeiros no time, mas não simultaneamente.

Naquele ano, o time contava com os argentinos Buffarino, Calleri, Centurión e Chavez, com o chileno Mena, o colombiano Wilder, o uruguaio Lugano e o peruano Cueva, mas nem todos jogaram juntos, pois Wilder deixou a equipe pouco antes das contratações de Chavez e Buffarini.

O São Paulo teve o elenco com muitos estrangeiros em algumas ocasiões. Confira as temporadas com mais estrangeiros no time:

- 2021 - Oito ao mesmo tempo: Benitez, Rigoni e Calleri, da Argentina; Arboleda e Joao Rojas, do Equador; Orejuela, da Colômbia; Galeano, do Paraguai; e Gabriel Neves, do Uruguai

- 2016 - Oito ao longo da temporada: Buffarini, Calleri, Centurión e Chavez, da Argentina; Mena, do Chile; Wilder, da Colômbia (não simultâneo a Chavez e Buffarini), Cueva, do Peru; e Lugano, do Uruguai.

- 2017 - Sete: Buffarini, Chavez, Gomez e Pratto, da Argentina; Arboleda, do Equador; Cueva, do Peru; e Lugano, do Uruguai.

- 1940 - Seis: Castagno, Juarez e Ponzoníbio, da Argentina; Chemp, da Ucrânia; Záclis, da Romênia; e Squarza, do Uruguai.

- 1953 - Seis:
Albella, Di Loreto, Martino, Moreno, Negri e Poy, todos argentinos.

- 2020 - Seis: Arboleda e Rojas, do Equador; Galeano, do Paraguai; Gonzalo Carneiro, do Uruguai; Juanfran, da Espanha; e Tréllez, da Colômbia

O limite para relacionar jogadores estrangeiros para uma partida de alguma competição nacional é de cinco atletas. Assim, três jogadores do atual elenco do Tricolor precisarão ficar de fora dos jogos da equipe, podendo haver um rodízio entre os jogadores não relacionados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos