Com boa média de gols, Barrios conquista espaço no Grêmio

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - A atuação de Lucas Barrios na última quinta-feira (27) deixou o Grêmio em situação confortável na Libertadores, a um ponto de garantir a ida às oitavas. Além disso, o paraguaio ganhou força para assumir a titularidade.

O atacante marcou três gols na vitória do Grêmio sobre o Guarani-PAR por 4 a 1. O resultado deixou o time tricolor com 10 pontos no grupo 8 da Libertadores.

Em números absolutos, Lucas Barrios tem 12 jogos pelo Grêmio. Mas a soma de minutos em campo reduz o número para 5,4 participações. Foram, ao todo, 490 minutos jogados entre os quatro jogos que começou como titular e os outros oito que saiu do banco de reservas.

Neste período, o jogador anotou seis gols marcados. Ou seja, Barrios balançou a rede adversária a cada 82 minutos em que esteve atuando.

"É um cara que vem trabalhando, está muito junto com o grupo, chegou e entendeu o espírito do grupo e do Grêmio. Vinha trabalhando, buscando o espaço dele, e foi coroado com os gols", elogiou o volante Ramiro.

Não está sendo fácil ganhar espaço no time. Principal contratação do Grêmio para a temporada, Barrios chegou a um time encaixado. Talvez depois da atuação de gala diante do Guarani-PAR conquiste mais espaço. Até porque Bolaños deixou o campo lesionado e poderá ficar um bom tempo afastado.

"A gente sempre trabalha para ter opções de gol. Ninguém gosta de errar. Outro dia tive chances e não consegui fazer. Segui trabalhando. Fiz contra o Novo Hamburgo, e logicamente quando o atacante faz, pega confiança. Hoje foi totalmente diferente", comemorou o paraguaio.

Contratado com status de 'fazedor de gols', ele garante estar pronto para assumir uma responsabilidade maior na equipe: "A cobrança para atacante sempre tem. Não só aqui, mas por onde joguei foi assim. Às vezes as coisas acontecem, outras não. Não é porque faço gols que sou o melhor, ou quando não faço o pior. Eu prometo sempre trabalho e as cosias acontecem naturalmente. Não é porque não se faz um gol no jogo e a critica vem que tem que se abalar. Tem é que ser forte mentalmente e aproveitar as chances".