Com aval da Prefeitura, Maracanã receberá público na final da Copa América

·1 minuto de leitura

Controversa e polêmica desde o momento em que foi levada para ser realizada em solo brasileiro, a Copa América 2021, de desfecho programado para o próximo sábado (10), reservou a "cereja do bolo às avessas" para seu dia final: após enorme pressão da Conmebol nos bastidores da bola, ficou decidido que a grande final do torneio, entre Brasil e Argentina, contará com a presença de público no Maracanã.

A Prefeitura do Rio de Janeiro informou que a liberação acontece em caráter excepcional, e com diversas restrições: 10% da capacidade total de 78 mil expectadores, com cada setor do estádio podendo receber apenas 10% de sua capacidade de ocupação. Além disso, os presentes no Maracanã precisarão respeitar distanciamento de 2 metros entre cada pessoa/família.

Maracanã será a casa da final da Copa América | Buda Mendes/Getty Images
Maracanã será a casa da final da Copa América | Buda Mendes/Getty Images

Outra condição imposta diz respeito à testagem do público: todos os convidados precisarão ser submetidos ao teste para Covid-19 até 48 horas da partida, procedimento que ficará sob responsabilidade da Conmebol. Quem estiver contaminado, obviamente não poderá adentrar o estádio para acompanhar a decisão.

A bola rola para Brasil e Argentina às 21h de Brasília.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos