Com assistências, Gustavo Bochecha vira referência no meio do Juventude

LANCE!
·2 minuto de leitura


O volante Gustavo Bochecha chegou nesta temporada ao Juventude e rapidamente se consolidou na equipe. O jogador, revelado pelo Botafogo, vem destacando-se na construção das jogos e ajudando a decidir jogos a favor do time. Foram duas assistências nos últimos três jogos. A última delas contra o CRB, fora de casa, em resultado que manteve o clube de Caxias do Sul no G-4 da Série B do Brasileirão. Foi dele o passe que deixou Wallace Tarta em condições de marcar o único gol do encontro.

Nesta passagem pelo Juventude já são cinco participações diretas em gols em 21 jogos - isso para um jogador que por vezes atua como primeiro homem de meio-campo. Segundo Gustavo, a boa fase individual é consequência da forma que o time de Pintado joga. A formação, para ele, amplifica suas qualidades.

- É uma questão de evolução. Me adaptei e me entrosei rápido. Mas com a sequência de partidas, me sinto ainda mais confiante para arriscar e chegar na frente para ajudar também ofensivamente, como está acontecendo. Acho que a forma da equipe atuar possibilita que eu, como volante, consiga ter segurança para ir ao ataque e ter folego também para cumprir o que me pedem defensivamente - falou o jogador.

A veia ofensiva já podia ser observada desde os tempos de Botafogo, equipe que defendia antes de chegar ao Juventude. Com 24 anos de idade, ele faz questão de ressaltar que é um jogador que precisa evoluir e por isso tenta melhorar, principalmente, nos passes mais agudos, que quebram as linhas.

- É uma característica minha essa bola enfiada entre as linhas. Gosto de fazer esse tipo de passe. Acho essencial estar sempre aprendendo. O professor Pintado me ajuda bastante nisso. E eu acredito que vou conseguir ajudar ainda mais no ataque - afirmou.