Com 'autorização' do Cruzeiro, Dedé tem até o fim da semana para fechar acordo com um clube da China

Valinor Conteúdo
LANCE!
Pires de Sá acusou Dedé de não ter condições físicas para ser vendido- (Foto:Bruno Haddad/Cruzeiro)
Pires de Sá acusou Dedé de não ter condições físicas para ser vendido- (Foto:Bruno Haddad/Cruzeiro)


O Cruzeiro colocou um prazo de cinco dias para que o zagueiro Dedé, que já disse não querer ficar no clube mineiro, para encontrar outro clube. O mais provável que Dedé feche com algum clube da China.

O diretor de futebol da Raposa, Ocimar Bolicenho, contou sobre a autorização dada ao jogador logo após a vitória cruzeirense contra o Villa Nova(1 a 0), pela terceira rodada do Mineiro.

- (A situação)Do Dedé, evoluiu. Os procuradores pediram uma autorização, válida por cinco dias, para que eles negociassem com o time chinês. Essa autorização foi dada e a gente espera que tenha uma novidade. Mas friso que isso está nas mãos dos representantes do jogador - disse Ocimar.




Os prováveis clubes que podem contar com o futebol de Dedé na China são o Shijiazhuang Yongchang F.C. e Wuhan Zall FC. A direção do clube azul espera que a saída do jogador renda alguma compensação financeira.

- Claro, porque não?(Sobre receber algo por Dedé). Claro que sim.

Dedé chegou ao Cruzeiro em 2013, vindo do Vasco. Com a camisa celeste, fez 188 jogos, um número baixo devido ao alto volume de lesões e procedimentos nos joelhos, seis no total, o que o impediu de ter uma sequência maior de jogos.

Pelo clube azul, venceu dois Brasileiros (2013 e 2014), duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e três Mineiros (2014, 2018 e 2019).







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também