Com 'apagão' no segundo tempo, Red Bull Bragantino é superado pelo Emelec na Sul-Americana

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Pela 2ª rodada da fase de grupos da CONMEBOL Sul-Americana, o Red Bull Bragantino visitou o Emelec, na noite desta quarta-feira, no estádio George Capwell, em Guayaquil. Melhor no primeiro tempo, o Massa Bruta não contava com a força dos donos da casa na etapa final, saindo de campo derrotado por 3 a 0.

Com o resultado, os equatorianos chegaram aos 6 pontos mantendo-se na liderança na liderança do Grupo G. Já a equipe de Bragança Paulista, graças ao revés, acabou estacionando na 2ª posição com seus 3 pontos.

RED BULL BRAGANTINO INICIA MELHOR O CONFRONTO

Mesmo jogando fora de casa, o Red Bull não deixou-se intimidar contra a equipe do Emelec. Com isso, nos primeiros 15 minutos, os comandados de Maurício Barbieri apostavam em uma marcação anulando a saída de bola dos equatorianos, além de conseguir aparecer com frequência em jogadas de Claudinho e companhia, mas todas sem sucesso.

DUELO PASSA A FICAR EQUILIBRADO

Passado o momento de pressão do Massa Bruta, aos poucos os donos da casa passaram a atacar mais. Até os 35 minutos, o Emelec chegou a assustar o goleiro Cleiton em duas boas finalizações de Cabeza e García, quase abrindo o placar em Guayaquil.

Por outro lado, os brasileiros não deixaram barato e responderam na mesma moeda. Em uma das descidas, Claudinho arriscou de longe, porém o goleiro Ortiz conseguiu fazer a defesa sendo esse o último lance da etapa inicial.

EMELEC ABRE O PLACAR NO INÍCIO DO SEGUNDO TEMPO

Adotando uma postura diferente na volta para os últimos 45 minutos, o Emelec foi pra cima e conseguiu encontrar seu gol. Em jogada iniciada por Caicedo, a bola foi cruzada rasteira na área, fazendo com que Aderlan acabasse desviando para a própria meta. Emelec 1 a 0.

EQUATORIANOS MANTÉM RITMO E AMPLIAM

Após o tento sofrido, Ytalo até que tentou igualar tudo no lance seguinte. No entanto, a bola de Helinho acabou passando dos pés do atacante, para lamentação do próprio.

Porém o Emelec não queria ficar apenas com uma vantagem mínima. Sendo assim, em uma nova tentativa, chegou ao segundo gol aos 18 minutos, depois de uma cobrança de escanteio de Gracia, Zapata, sem marcação, mandou para o fundo da rede. 2 a 0.

RED BULL TEM JOGADOR EXPULSO E DONOS DA CASA FECHAM A CONTA

Com o adversário melhor em campo, a equipe de Maurício Barbieri parecia não ter forças para tentar, ao menos, buscar um empate. E para dificultar ainda mais a situação, Ricardo Hyller acabou sendo expulso aos 27, após acertar o rival com o pé alto.

Sem ter muito o que fazer, o técnico da equipe visitante então passou a recuar para seus suplentes. Porém, mesmo com as entradas de Pedrinho e Chrygor, os comandados de Ismael Rescalvo não quiseram saber e conseguiram chegar ao terceiro gol, aos 40 minutos, com Cabeza, controlando o restante do tempo até o apito final do árbitro.


FICHA TÉCNICA
EMELEC x RED BULL BRAGANTINO - FASE DE GRUPOS DA SUL-AMERICANA
Estádio: George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Data: 28 de abril de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Yender Herrera-VEN
Assistentes: Alberto Ponte-VEN e Yackson Diaz-VEN
Cartões amarelos: Sosa, Arroyo e Gracia (EME) / Helinho (RBB)
Cartões vermelhos: Ricardo Hyller (RBB)

GOLS: Aderlan, 3'/2ºT; Zapata, 18'/2ºT.

EMELEC (Técnico: Ismael Rescalvo)
Ortiz; Leguizamón, Mejía, Sosa e Caicedo; Arroyo (Cevallos, aos 42'/2ºT), Rodríguez e Carabalí (Gracia, aos 13'/1ºT); Zapata (Orejuela, aos 33'/2ºT), Cabeza (Sánchez, aos 50'/2ºT) e Barceló (Rojas, aos 33'/2ºT).

RED BULL BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)
Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Ryller, Lucas Evangelista (Ramires, aos 42'/2ºT) e Claudinho (Vitinho, aos 42'/2ºT); Artur (Cuello, aos 42'/2ºT, Ytalo (Chrigor, aos 32'/2ºT) e Helinho (Pedrinho, 30'/2ºT).