Com alto índice de cartões, Sandry é suspenso e desfalca o Santos

Fábio Lázaro
·1 minuto de leitura


O Santos não terá o meia Sandry no duelo diante do Internacional, no próximo sábado (14), às 16h30, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. A prata da casa recebeu o terceiro cartão amarelo no empate em 1 a 1 contra o Red Bull Bragatino, neste domingo (08), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 20ª rodada da competição nacional.

O camisa 38 vinha ganhando espaço no time principal do Peixe, entrando no decorrer das últimas quatro partidas, no entanto, o Menino da Vila tem sofrido com o excesso de cartões, foram quatro em nove jogos disputados em 2020, sendo oito entrando apenas durante a partida, totalizando 228 minutos em campo. A média é de um cartão a cada 57 minutos. Foram três amarelo e um vermelho, este sofrido na derrota santista por 1 a 0 para o Ceará, no estádio do Castelão, Fortaleza, na última quarta-feira (04), que culminou na eliminação santista da Copa do Brasil, nas oitavas de final.

Aos 18 anos, o meia está no Peixe desde 2013, quando chegou de Itabuna, na Bahia, para integrar o sub-11 santista. O camisa 38 estreou como profissional em 2019, sob o comando de Jorge Sampaoli, mas não teve tantas oportunidades no decorrer da temporada como está tendo neste ano, inclusive tendo feito a sua estreia como titular, no dia 02 de janeiro, na derrota do Peixe por 2 a 0 para o Corinthians, na Neo Química Arena, pela quarta rodada do Campeonato Paulista, ainda sob a tutela de Jesualdo Ferreira, demitido no início de agosto.