Com 3 brasileiros fixos, canal argentino projeta quais seriam os clubes de uma Superliga Sul-americana; confira

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

O futebol mundial foi pego desprevenido no último final de semana com o anúncio da polêmica Superliga Europeia. Um projeto dos maiores clubes do Velho Continente para a criação de uma liga fechada e independente, a qual faria oposição à tradicional Champions League e não contaria com o aval da UEFA ou da FIFA. E, claro, reuniria apenas os times mais vitoriosos, ricos e populares do continente.

Pensando nisso, o Canal TyC Sports, da Argentina, decidiu trazer a polêmica para a América do Sul e esboçou uma hipotética Superliga Sul-Americana. O imaginário e polêmico torneio sul-americana seguiria os mesmos moldes do europeu, com clubes renomados e de forte apelo. Veja abaixo os times que participariam do torneio como fixos e suplentes:

O Grêmio seria um dos membros da hipotética Superliga Sul-Americana. Flamengo e São Paulo também. | Pool/Getty Images
O Grêmio seria um dos membros da hipotética Superliga Sul-Americana. Flamengo e São Paulo também. | Pool/Getty Images

Fixos: Flamengo, São Paulo e Grêmio, do Brasil, Boca Juniors, River Plate e Independiente, da Argentina, Peñarol e Nacional, do Uruguai, Colo Colo, do Chile, Atlético Nacional, da Colômbia, Barcelona de Guayaquil, do Equador, e Olímpia, do Paraguai.

Suplentes: San Lorenzo e Racing, da Argentina, Santos e Corinthians, do Brasil, Club Alianza Lima, do Peru, e América de Cali, da Colômbia.

E aí, fã do esporte, concorda com os clubes da ‘possível’ Superliga Sul-Americana? Qual time não poderia ter ficado de fora?

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.