Com 12 jogos, Rogério Ceni iguala o número de derrotas de Jorge Jesus pelo Flamengo

LANCE!
·1 minuto de leitura


A segunda derrota consecutiva do Flamengo comandado por Rogério Ceni, neste domingo, diante do Ceará, foi também a quarta do treinador sob o comando da equipe rubro-negra. Curiosamente, é o mesmo número de revezes que Jorge Jesus acumulou ao longo da passagem de 13 meses pelo clube.

Em julho de 2020, Jesus deixou o Flamengo rumo ao Benfica com 43 vitórias, dez empates e quatro derrotas, ou seja, somou mais títulos (seis) do que resultados adversos. As conquistas foram as seguintes: Brasileiro, Libertadores, Supercopa do Brasil, Taça Guanabara, Recopa Sul-Americana e o Carioca, em seu último jogo no Brasil.

Já Ceni acumulou quatro derrotas em apenas 12 jogos pelo Flamengo, onde tem 44,4% de aproveitamento - o segundo pior de um treinador do Rubro-Negro nos últimos dez anos, ficando à frente só de Ney Franco, que, em 2014, totalizou 14,3% na curta trajetória com sete jogos.

+ GALERIA: Ceni tem o 2º pior aproveitamento de um técnico do Fla desde 2011

Quando o recorte é o de partidas no Maracanã, Ceni tem um retrospecto ainda mais indigesto: três das quatro derrotas pelo Flamengo foram no Maracanã, um número maior do que as passagens de Jorge Jesus e Domènec Torrent somadas (foram duas derrotas, ambas com o catalão).

Em tempo: Dome saiu com seis serrotas em 26 jogos, em um aproveitamento de 64,1%, ao todo. Já com Jesus, o aproveitamento do Flamengo foi de 81,3%.

SITUAÇÃO NA TABELA

Com Ceni pressionado, o Flamengo volta a campo daqui a uma semana, quando, no dia 18, visita o Goiás, fora de casa, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, cuja posição do Fla é o quarto lugar, sete pontos atrás do São Paulo, o líder da competição.

> Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro