Coluna: salário pesa contra demissão de Dorival; Verdão e os gols no 2º tempo; reformas no Morumbi...

Jorge Nicola
Técnico ganha R$ 350 mil mensais, menos do que cobram Cuca e Luxemburgo (Djalma Vassão/Gazeta Press)

O presidente santista Modesto Roma foi muito pressionado ao longo da semana para demitir Dorival Júnior. Diretores, conselheiros, torcedores, grupos de WhatsApp… e a resposta do dirigente foi basicamente a mesma para todos: ele confia em Dorival e considera seu custo-benefício excelente, por causa do salário.

O treinador ganha aproximadamente R$ 350 mil por mês e tem contrato até dezembro. Embora a diretoria do Peixe não confirme, a multa em caso de demissão é de dois salários.

O que Modesto explicou a vários dos favoráveis à demissão de Dorival é que todos os técnicos de mais nome, que poderiam suceder o atual comandante, vão pedir bem mais do que R$ 350 mil. Cuca, por exemplo, não sairia de casa por menos de R$ 600 mil. Vanderlei Luxemburgo, que conta com uma série de defensores na Vila Belmiro, pediu aproximadamente R$ 500 mil ao Vasco, após a demissão de Cristóvão Borges.

Modesto luta desde seu primeiro dia como presidente para diminuir os custos com o futebol sem perder qualidade. Nesta temporada, a fim de montar um time que pudesse ganhar a Libertadores, o presidente já abriu os cofres e investiu quase R$ 20 milhões em reforços, o que tem exigido economia em outros setores.

Negócio da China:
A primeira das 50 escolinhas que o Santos pensa em ter na China já está fazendo sucesso. Inaugurada há 45 dias, a filial do Peixe do outro lado do mundo já conquistou dois títulos: no sub-17 e no sub-15. Com técnicos do Santos, os times de base da escolinha agora passarão a jogar campeonatos contra clubes maiores.

Modernização…
O São Paulo inaugurou na última quinta-feira sua nova área de imprensa do Morumbi, que custou R$ 2,7 milhões – tudo foi bancado pela Ambev, graças ao acordo do Tricolor com o fundo brahmeiro. O estádio passa a ter agora sala de imprensa e zona mista inspirados nas arenas mais modernas do mundo.

…a todo vapor
Nas próximas semanas, o São Paulo prepara outras novidades para revitalizar o Morumbi. A primeira delas deve ser a criação de um túnel dos vestiários ao gramado que permita a entrada simultânea dos dois times. Depois, o marketing do clube quer dois placares eletrônicos gigantes.

Rei do 2º tempo:
Dos 34 gols marcados pelo Palmeiras na temporada, 25 saíram no segundo tempo, contra apenas nove no primeiro. E a concentração de gols na etapa final é ainda maior nos 15 minutos finais: foram 13 gols.

Supremacia alvinegra:
Corinthians e São Paulo iniciam neste domingo o sétimo mata-mata em jogos oficiais neste século e o Timão tem 100% de aproveitamento até aqui – foram seis triunfos. Três no Paulistão, um na Recopa, um no Rio-São Paulo e um na Copa do Brasil.

Resposta no ano:
Os são-paulinos, ao menos, podem lembrar que em 2017, pela Flórida Cup, levaram a melhor na final contra o Corinthians – após empate no tempo normal, venceram nos pênaltis. O torneio, porém, não é considerado oficial.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: