Coluna: enquete mostra descrença de conselheiros do Palmeiras em Eduardo Baptista

Jorge Nicola
Técnico foi contratado para o lugar de Cuca, campeão brasileiro em 2016 (Cesar Greco/Palmeiras)

 

O empate na estreia do Palmeiras na Taça Libertadores, mesmo fora de casa e com um jogador a menos por 70 minutos, não melhorou a imagem do técnico Eduardo Baptista dentro do clube. Nos últimos dias, inclusive, ficou bem clara a falta de confiança do Conselho Deliberativo em relação ao substituto de Cuca.

Na segunda-feira, durante reunião que ratificou a eleição de Leila Pereira, o conselheiro Ricardo Pisani fez uma enquete com vários dos presentes. “De cada dez conselheiros que eu ouvia, sete mostravam não acreditar na capacidade do Eduardo em dirigir um time forte como esse do Palmeiras”, explica Pisani, que integra grupo político de apoio ao presidente Maurício Galiotte.

Durante a partida contra o Atlético Tucumán, na quarta-feira, um grupo de WhatsApp dos conselheiros alviverdes também evidenciou a falta de moral do técnico. As maiores cobranças foram por causa da entrada do zagueiro Antônio Carlos no lugar de Michel Bastos minutos depois da expulsão de Vitor Hugo, ainda no primeiro tempo. As críticas mais leves se referiam a ele como “retranqueiro”.

5-1-2:
Desde que assumiu o Palmeiras, em janeiro, Eduardo Baptista soma cinco vitórias, um empate e duas derrotas. O Verdão é líder de seu grupo no Paulistão e soma um ponto após a estreia na Libertadores.

Ajuda vascaína…
Eurico Miranda tentou dar uma mãozinha à Lusa, que vive o pior momento de sua história. O presidente vascaíno prometeu liberar de graça o atacante Jorge Henrique e o volante Diguinho, com direito até a pagamento de parte dos salários.

…em vão
Os empréstimos, porém, não sairão do papel. Jorge Henrique descartou logo de cara a ida para a Lusa, enquanto Diguinho até chegou a negociar, mas recusou. O meia Éder Loko e o atacante Otacílio Neto foram outros sonhos frustrados. Já o meia Leandro Domingues e o lateral-direito Amaral estão contratados.

Hernández quitado…
O Santos só conseguiu registrar o atacante Vladimir Hernández no BID nesta semana porque pagou 100% do valor combinado com o Junior Barranquilla. No primeiro acordo, em outubro passado, ficou acertado que a contratação seria quitada em três parcelas.

…com desconto
O Junior Barranquilla se irritou com o atraso do Santos na primeira parcela, em janeiro, e condicionou a liberação do jogador a uma garantia bancária para os pagamentos de julho e dezembro. O Peixe, então, decidiu depositar o que faltava agora, com desconto de 13%, economizando cerca de US$ 200 mil.

Sub-23 descartado:
Apesar da pressão política, o Corinthians não vai criar um time sub-23. A confirmação foi feita pelo presidente Roberto Andrade ao Blog. “Nenhuma chance”, prometeu, acrescentando que a grave crise financeira do clube impede tal investimento.

Efeito colateral:
O “não” ao sub-23 pode render problemas a Roberto. É que Jacinto Antônio Ribeiro, mais conhecido como Jaça, é um dos conselheiros mais influentes do Corinthians e pleiteia há semanas a diretoria da categoria sub-23. Há quem garanta que o presidente prometeu tal cargo em troca de votos contra o impeachment.

Os esquecidos:
Rogério Ceni só não utilizou três dos 28 atletas que estão a sua disposição em jogos oficiais do São Paulo na versão 2017: o goleiro Renan Ribeiro e os zagueiro Lucão e Lyanco. Este último, é bem verdade, esteve boa parte do ano a serviço da seleção sub-20 no Sul-Americano.

No departamento médico:
Wesley também não estreou de forma oficial pelo Tricolor, mas o motivo não tem a ver com a parte técnica: o volante passou por uma artroscopia no joelho esquerdo e deve voltar no fim deste mês.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: