Coletiva da Holanda: Bergwijn elogia, e Klaasen revela expectativa por vaga contra o Equador

Bergwijn e Klaasen foram escolhidos para a coletiva desta quarta-feira (Foto: AFP/HH)


Dois jogadores da Holanda concederam entrevista coletiva nesta quarta-feira, após o treinamento em Doha. O atacante Bergwijn e o meia Klaasen analisaram o Equador, próximo adversário da Laranja Mecânica na Copa do Mundo. Além disso, o jogador do Ajax revelou expectativa por titularidade no duelo em questão.

Primeiro, Bergwijn respondeu às perguntas dos jornalistas sobre o time do Equador. Para o atacante, a seleção equatoriana é bastante perigosa e tem jogadores que atuam nas melhores ligas do mundo. Dessa forma, todo cuidado é pouco para que a Laranja possa encaminhar a classificação ao mata-mata.

+ Gavi na Copa do Mundo: conheça as principais promessas do Mundial no Qatar

- Porque você mal sabe o que esperar e quem vai jogar. É apenas um bom time para jogar contra. Vimos algumas filmagens. É uma equipe forte, fisicamente boa e que jogam de forma muito direta - disse Bergwijn, antes de passar a palavra para Klaasen:

- Será um jogo diferente do que contra o Senegal. Já os vimos contra o Qatar, mas ainda é difícil estimar como eles se sairão contra nós. Um de seus pontos fortes é a velocidade, por isso estamos preocupados com isso - completou o meia.

Klaasen também comentou sobre a vontade de ser titular na partida contra o Equador. Autor do segundo gol da Holanda contra Senegal, o jogador do Ajax entrou bem no segundo tempo e pediu passagem em meio-campo ineficiente na estreia. Tanto que, dos três atletas do setor, apenas Frenkie De Jong atuou os 90 minutos.

+ Treinador de goleiro sensação da Holanda revela resenha inusitada: 'Sempre pensava fora da caixa'

- Você sempre quer estar no time titular. Naturalmente, eu acho que estou bem perto de qualquer maneira. Acho que joguei muitas partidas como titular. Isso também pode mudar novamente. O Van Gaal é muito claro sobre o que pensa de ti e o que quer de ti. Espero estar de volta - finalizou.

O próximo compromisso da Holanda é contra o Equador, nesta sexta-feira, às 13h (de Brasília). As equipes se enfrentam no Estádio Internacional Khalifa, valendo a liderança do Grupo A, já que ambas possuem campanhas idênticas: uma vitória e dois gols de saldo.

VEJA OUTROS PONTOS ABORDADOS NA COLETIVA

Encontro com a família
- Acho que é bom para todos. Fazia tempo que não víamos nossa família e filhos. Isso dá energia. Todos ficaram muito felizes e tiveram um dia fantástico.

Jogo contra Senegal
- Acho que você pode pensar que o Senegal não pode fazer nada sobre isso, mas se você olhar onde todos os jogadores jogam, em todos os tipos de competições importantes, então nós simplesmente nos saímos bem. É bom ganhar o primeiro jogo. Foi uma partida difícil, mas melhor ainda se você vencer.

Polêmica com braçadeira de capitão
- Achei uma bela expressão para a declaração OneLove, que queríamos propagar em sete países. Achei uma boa declaração. Claro que você se lembra que quer fazer uma declaração como um grupo. Deve ser de uma forma cativante. O que os alemães fizeram é uma maneira original. maneira original. Também podemos fazer algo semelhante, mas ainda não conseguimos discutir isso com a equipe.