Colaboradores do jornal RÉCORD, do México, vêem repescagem injusta


Após informar que os responsáveis pela Liga MX querem adicionar novamente uma repescagem, os especialistas do jornal RÉCORD, do México, opinam sobre a atitude. Para eles, a mediocridade será adicionada à competição.

- As modas vêm e vão. Anos atrás, a reclassificação foi eliminada por ser considerada injusta. Parece-me muito barato que o lugar 10 de 18 tenha opções para ser campeão, a mediocridade ainda é recompensada. A solução não é mais uma Liguilla, é um torneio regular mais atraente - disse Alberto Bernard .

Rubén Rodríguez e Christian Martinoli acham a decisão exagerada e injusta.

- É continuar promovendo a mediocridade esportiva, protegida em segundas chances para as equipes do meio da tabela. No futebol mexicano, tudo o que é feito é motivado por interesses econômicos - afirmou Christian Martinoli.

No entanto, na opinião de Carlos Ponce, diretor da RÉCORD e Luis Castillo, a mudança de formato seria algo que beneficiaria muito o programa, bem como a economia das equipes e da Liga, que foram severamente afetadas pelo coronavírus.

- Fabuloso. Embora no esporte não seja o ideal, mais da metade das equipes qualificadas para o evento será positiva e ajudará a reviver nossa indústria de futebol maltratada mais rapidamente - afirmou o diretor-geral Carlos Ponce de León.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também