Colômbia tem potencial para vencer o Brasil, garante Borja

·2 min de leitura
(arquivo) Miguel Angel Borja, da Colômbia, comemora depois de marcar contra o Chile em jogo das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar-2022 no Estádio Metropolitano Roberto Melendez em Barranquilla, Colômbia, no dia 9 de setembro de 2021 (AFP/Juan BARRETO)

A Colômbia tem futebol para vencer o líder Brasil em São Paulo na partida de quinta-feira pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022, garantiu o atacante Miguel Ángel Borja nesta segunda-feira.

"Sabemos que temos potencial para vencê-los aqui no Brasil, mas sabemos que eles possuem grandes qualidades e temos que ficar atentos", disse o atacante do Grêmio em entrevista coletiva na capital paulista, onde será disputado o jogo.

"Não vamos entrar em campo para empatar com o Brasil. Vamos entrar para jogar bem, acima de tudo, mas com cuidado", acrescentou.

Ausente devido a uma lesão na rodada tripla de outubro, em que os colombianos empataram em 0 a 0 com Uruguai, Brasil e Equador, Borja mostrou confiança de que a Tricolor conseguirá acabar com a falta de gol contra o líder das eliminatórias.

"Nossa seleção vem com grandes atacantes, podemos causar danos. Nosso trabalho é ver as fraquezas deles", disse.

Além da força da seleção de Tite, invicta e perto de se classificar para a Copa do Mundo, a Colômbia terá de superar o desfalque por lesão do atacante Falcao García, mas por outro lado terá a volta do meia James Rodríguez, afastado no ano passado devido a contusões e por decisão técnica.

"O Radamel é uma peça importante para a seleção, lamentamos muito que ele não possa estar conosco", disse o meio-campista do Corinthians, Victor Cantillo, em entrevista coletiva.

"Todos nós sabemos da capacidade de James, o que ele acrescenta para a seleção nacional. É uma alegria para todos tê-lo novamente porque sabemos da sua habilidade e muito mais nestes dois jogos em que a Colômbia precisa somar pontos e estar mais perto da classificação", acrescentou o meia.

Cantillo confia no talento de seus companheiros para conseguir um bom resultado em um local que conhece bem: o estádio Neo Química Arena, do Timão.

A missão, porém, parece complexa, não só pela presença da seleção verde-amarela, mas porque os brasileiros nunca perderam uma partida em casa nas eliminatórias.

"Acho que a Colômbia tem argumentos para enfrentar o Brasil, jogadores de classe mundial, de hierarquia, que podem resolver o jogo", disse Cantillo.

Depois de encarar o pentacampeão, a Colômbia viaja até Barranquilla para receber na terça-feira o Paraguai (oitavo, 12 pontos).

Os colombianos estão em quarto lugar, com 16 pontos, última posição que garante uma vaga direta na Copa do Mundo.

raa/mls/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos