Colômbia pede à Conmebol para adiar Copa América

·1 minuto de leitura
Torcedores da Colômbia pedem cancelamento da Copa América

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia pedirá à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) o adiamento da Copa América até que o público possa entrar nos estádios, anunciou nesta quinta-feira o ministro do Esporte, Ernesto Lucena.

A principal competição de seleções do continente será disputada pela primeira vez em dois países, depois que a Conmebol aprovou as sedes de Colômbia e Argentina, a partir de 13 de junho.

Lucena garantiu que o ideal seria ter pelo menos 50% da capacidade dos estádios e disse que a decisão final será da entidade que comanda o futebol sul-americano.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, propôs na terça-feira que seu país "organize sozinho" a Copa América, caso a Colômbia não possa sediá-la por causa da crise política, econômica e social que atravessa e que se soma à pandemia de Covid-19 da região.

Os últimos confrontos da Copa Libertadores disputados na Colômbia foram afetados por protestos sociais, e os jogadores da liga local exigiram a suspensão do campeonato.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos