Com Moreno e mais 4, Bolívia tem lista fechada para jogos nas Eliminatórias

La Paz, 10 mar (EFE).- O técnico da seleção boliviana, Mauricio Soria, completou nesta sexta-feira a lista de 30 convocados para os jogos contra Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, chamando cinco "estrangeiros", entre eles o atacante Marcelo Moreno.

O jogador do Wuhan Zall, da China, é a grande estrela do elenco que fará o primeiro jogo contra James Rodríguez e companhia, dia 23 deste mês, em Barranquilla, e cinco dias depois, contra os vice-campeões mundiais, em La Paz.

Além de Moreno, hoje também foram chamados o goleiro Carlos Lampe, do Huachipato, do Chile, os meias Jhasmani Camps, do Bangkok Glass, da Tailândia, Limberg Gutiérrez, do Nacional, do Uruguai, e o atacante Bruno Miranda, da Universidad do Chile.

Da lista de 30 jogadores, o clube que mais tem jogadores é o The Strongest, com destaque para o meia Alejandro Chumacero, ex-Sport Recife, que lidera a lista de artilheiros da Taça Libertadores, com seis gols, em cinco jogos.


Confira a lista de convocados da seleção boliviana para jogos com Colômbia e Argentina:.


Goleiros: Guillermo Viscarra (Oriente Petrolero-BOL), Carlos Lampe (Huachipato-CHI) e Rubén Cordano (Blooming-BOL).

Defensores: Fernando Martelli e Diego Bejarano (The Strongest-BOL), Luis Haquin e Óscar Ribera (Oriente Petrolero-BOL), Mario Cuéllar e José Sagredo (Blooming-BOL), Alejandro Meleán e Cristian Coimbra (Sport Boys-BOL), Jorge Flores e Ronald Raldes (Bolívar-BOL), Juan Pablo Aponte e Omar Morales (Jorge Wilstermann-BOL) e Jefferson Ibáñez (Guabirá-BOL).

Meias: Diego Wayar, Raúl Castro e Alejandro Chumacero (The Strongest-BOL), Danny Bejarano (Sport Boys-BOL), Pedro Azougue (Oriente Petrolero-BOL), Leonel Justinanio (Bolívar-BOL), José Vargas (Blooming-BOL), Ramiro Vaca (Quebracho-BOL), Jhasmani Campos (Bangkok Glass-TAI) e Limberg Gutiérrez (Nacional-URU).

Atacantes: Pablo Escobar (The Strongest-BOL), Bruno Miranda (Universidad de Chile-CHI), Marcelo Martins (Wuhan Zall-CHN) e Mauricio Chajtur (Guabirá-BOL). EFE