COI lamenta ausência do time de hóquei no gelo dos EUA em PyeongChang-2018

A liga americana afirmou que atenderá ao pedido dos clubes de não interromper a temporada

O Comitê Olímpico Internacional (COI) lamentou a decisão da liga americana de hóquei no gelo (NHL), de não liberar jogadores para os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang-2018. A organização americana, após meses de negociação, divulgou que atenderá ao pedido dos clubes de não interromper a temporada. Dessa forma, pela primeira vez desde Lillehammer-1994 (Noruega), a liga não terá representantes nos Jogos de Inverno

O COI, por meio de uma nota oficial, afirma que ofereceu as mesmas condições das edições anteriores, onde a Federação Internacional do esporte se compromete a cobrir os gastos com viagem e seguro (em caso de lesão). A NHL, entretanto, alegou não ser o suficiente. O COI afirma não ter recebido uma contraproposta.

Confira, na íntegra, a nota oficial divulgada pelo COI:

'Deve ser uma grande decepção para os jogadores que definitivamente queriam jogar nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang-2018. O COI lamenta muito por eles.

Esta decisão é muito mais lamentável, já que a Federação Internacional ofereceu as mesmas condições para a NHL em edições anteriores, onde seguro e custos de viagem foram cobertos.

O COI, que distribui 90% de suas receitas para o desenvolvimento do esporte no mundo, obviamente não pode tratar uma liga nacional comercial melhor do que federações esportivas nacionais sem fins lucrativos que estão desenvolvendo o esporte globalmente.

O torneio de hóquei no jogo nos Jogos Olímpicos de Interno de PyeongChang 2018 serão muito emocionantes, porque os jogadores de todas as outras ligas profissionais de hóquei no gelo e seus atletas vão participar e são muito bem-vindos por suas equipes olímpicas.'












E MAIS: