COI desclassifica quatro russos de Londres 2012 por doping

BERLIM (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou nesta quinta-feira que desclassificou quatro atletas russos dos Jogos de Londres após novos exames antidoping de amostras colhidas na Olimpíada de 2012.

O COI disse que os quatro --Victoria Valyukevich, uma triplista que ficou em oitavo lugar, os arremessadores de martelo Gulfiya Khanafeeva e Mariia Bespalova, e o halterofilista Khadzhimurat Akkaev, que não competiu devido a uma lesão-- tiveram resultados positivos para o anabólico esteroide turinabol.

A desclassificação significa que os competidores perdem as marcas alcançadas em Londres. Valyukevich, tendo terminado em oitavo, também terá de devolver o diploma que recebeu por sua colocação.

Mais de 100 atletas já tiveram resultados positivos em exames antidoping realizados novamente com amostras colhidas nos Jogos de Londres 2012 e Pequim 2008 pelo COI.

O programa de repetição dos exames faz parte dos esforços do COI para descobrir casos de doping usando métodos mais modernos ou em busca de substâncias que não eram conhecidas à época.

As amostras são guardadas por uma década, e para os Jogos de 2008 e 2012 os novos exames colocaram a Rússia como o país com o maior número de casos de doping por nação.

A descoberta de um amplo programa de doping na Rússia fez com que o país fosse impedido de disputar as provas de atletismo dos Jogos Rio 2016.

(Reportagem de Karolos Grohmann)