COI afirma que nova onda de Covid preocupa realização das Olimpíadas de Inverno, em fevereiro

·1 min de leitura
COI mostra confiança na realização dos Jogos Olímpicos de Inverno (Foto: Greg Martin/ IOC)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jogos de Tóquio
    Jogos de Tóquio


Os efeitos da variante Ômicron preocupam o Comitê Olímpico Internacional, o COI, que prepara os Jogos Olímpicos de Inverno, que serão entre 4 e 20 de fevereiro, em Pequim, na China. O diretor Christophe Dubi admitiu isto, em entrevista nesta segunda-feira:

- Minha principal preocupação é o aumento do número de casos entre atletas. Obviamente, não gostamos de perder alguns atletas semanas antes das Olimpíadas, após eles se prepararem por muitos meses. Queremos organizar um evento incrível com a presença de todos os grandes atletas do mundo - destacou, em entrevista à "RTS", da Sérvia.

Apesar de demonstrar preocupação, Dubi destacou que acredita na realização do evento na data inicialmente marcada. Os Jogos Olímpicos de Verão de 2020, em Tóquio, foram adiados para o ano passado justamente por conta da pandemia da Covid-19.

- O governo chinês nos lembrou em várias ocasiões, e novamente na sexta-feira passada, que estamos avançando no combate à Covid-19. Eles estão muito confiantes. Eles montaram uma bolha sanitária extremamente sofisticada que mantém todos os participantes dentro dela. Os atletas praticamente não terão contato com o mundo exterior e farão um teste PCR todos os dias - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos