COF vaza comissões dos reforços do Verdão na Era Galiotte

Yahoo Esportes
<em>Borja foi responsável pela maior comissão desde 2017 (Miguel Schincariol/Getty Images)</em>
Borja foi responsável pela maior comissão desde 2017 (Miguel Schincariol/Getty Images)

* A uma semana da eleição para a presidência do Palmeiras, o COF (Conselho de Orientação Fiscal) revelou documentos internos com todos os valores pagos em comissões a empresários pelas contratações de jogadores no período de janeiro de 2017 até o mês passado – o período corresponde ao mandato do presidente Maurício Galiotte.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Blog teve acesso às comissões, que totalizam R$ 7.689.589,98, referentes a 31 atletas e três treinadores (veja a lista completa no fim da matéria). Nesse valor, não estão inclusos os R$ 3,4 milhões que serão depositados em breve para Marcelo Goldfarb e Bruno Paiva, empresários de Gustavo Scarpa, referentes à comissão pela ida do meia ao Allianz Parque.

Vale lembrar que o COF é formado essencialmente por aliados do ex-presidente Mustafá Contursi, que é oposição a Galiotte e Leila Pereira, patrocinadora alviverde. Mustafá trabalha pela eleição de Genaro Marino.

A fim de ouvir os dois lados, o Blog conversou com um assessor de Galiotte, que confirmou as cifras, mas assegurou que as negociações foram fechadas com comissões inferiores a 10% do valor total da compra dos atletas – tal taxa é usual no mercado do futebol brasileiro. A exceção se deu na chegada de Borja, por causa da concorrência de um clube da China.

Leia mais:
Dirigente garante permanência de Jair para 2019
Solari é muito parecido com Zidane, diz ex-jogador do Real
Barcelona quer um zagueiro experiente na próxima janela

No período, o Verdão ainda pegou dinheiro emprestado com Giuliano Bertolucci para comprar Diogo Barbosa do Cruzeiro. No fim do ano passado, com problemas no fluxo de caixa, o clube recorreu ao empresário para bancar 1,5 milhão de euros, que foram devolvidos com juros e correção monetária em 2018. Por isso, tais cifras não foram incluídas.

A obtenção dos documentos pelo COF foi possível graças a Mario Kaminski, que é relator do órgão. Porém, vale destacar, não partiu dele a divulgação dos valores de comissões ao Blog. Como relator, Kaminski cobrou nos últimos meses o contador do presidente alviverde Maurício Galiotte para ter acesso aos documentos. Kaminski e Mustafá, que são antigos aliados, entendem que os gastos com o departamento de futebol são muito altos, apesar do crescimento econômico do clube nos últimos dois mandatos.

COMISSÕES PAGAS DESDE JANEIRO DE 2017:
– Borja: R$ 1.202.741,24 (para a MB Serviços Digitais)
– Felipe Melo: R$ 789.455,63 (Promoesport International)
– Hyoran: R$ 428.470,24 (FJB Sports)
– Bruno Henrique: R$ 376.839,29 (MB Serviços Digitais)
– Cleiton Xavier: R$ 373.170,00 (E Zola Sports)
– Victor Hugo: R$ 359.241,41 (Brazil Soccer Sports)
– Lucas Barrios: R$ 339,464,84 (Link Assessoria Esportiva)
– Tobio: R$ 298.133,59 (LMG Assessoria)
– Keno: R$ 271.550 (Braun Esportes)
– Moisés: R$ 246.797,81 (Cadu Araújo Serviços de Apoio)
– Luan: R$ 244.010,00 (M9 Sports Gestão)
– Raphael Veiga: R$ 231.674,12 (FJB Sports e GMR Sports)
– Dudu: R$ 199.099,53 (Think Ball)
– Felipão: R$ 187.700,00 (JMB Esportes)
– Emerson: R$ 185.000,00 (RJ Lourenço MKT)
– Rafael Marques: R$ 183.007,50 (VTN Image)
– Juninho: R$ 177.700,00 (Luzz Sports LTD)
– Deyverson: R$ 174.561,00 (Link Asses. Esportiva)
– Guerra: R$ 152.975,50 (Link Asses. Esportiva)
– Jaílson: R$ 145.467,50 (H Soccer Esporte LTDA)
– Willian: R$ 134.674,75 (VTN Image)
– Diogo Barbosa: R$ 133.275,00 (Villa Sports)
– Roger: R$ 132.000,00 (LF Soccer)
– Jean: R$ 101.358,00 (Fabio Mello Sports)
– Erick: R$ 94.319,25 (Bertolucci Assessoria)
– Pedrão: R$ 93.850,00 (Link Asses. Esportiva)
– Vagner: R$ 87.001,92 (PMSM Publicidade)
– Leandro Almeida: R$ 79.735,85 (T&T e L10 Assessoria)
– Roger Guedes: R$ 67.665,85 (Cityper Assessoria)
– Tchê Tchê: R$ 65.695,00 (Un1que Football)
– Egídio: R$ 62.566,66 (Brazil Soccer)
– Cuca: R$ 32.847,50 (Brazil Soccer)
– Edu Dracena: R$ 18.770,00 (Onixfutt Assessoria)
– Mayke: R$ 18.770,00 (Fabio Mello Sports)

* atualizado às 12h00 de 22/11

Leia também