Cobertura da final da Libertadores na Globo terá 50 jornalistas envolvidos

Galvão Bueno é um dos principais nomes das transmissões esportivas da Globo (Reprodução)
Galvão Bueno é um dos principais nomes das transmissões esportivas da Globo (Reprodução)


A Globo decidiu investir pesado na cobertura da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate. Por isso, o Grupo Globo levará cerca de 50 jornalistas para proporcionar a melhor transmissão possível para os telespectadores.

Conforme anúncio em comunicado emitido pela empresa, a Globo terá um pré-jogo de 50 minutos com Roger Flores, Alex Escobar e Petkovic, trazendo o 'esquenta' do jogo com as últimas informações das equipes antes da finalíssima, depois passando o bastão para Galvão Bueno, Junior e Casagrande, que comandam a transmissão da partida.

Já no SporTV e no 'GloboEsporte.com', Gustavo Villani, Paulo Nunes e Lédio Carmona comandam o pré-jogo a partir de 15:20h, que irão monitorar os torcedores nos arredores do estádio e as chegadas das equipes no local da final. Além disso, os repórteres André Gallindo, Eric Faria, Gabriela Moreira, Guido Nunes, Julia Guimarães e Kiko Menezes irão participar da transmissão, trazendo informações em tempo real.

Na Globo, a edição do Globo Esporte no Rio de Janeiro trará uma programação especial para a final. Na quarta-feira, o programa exibe a saída da delegação do Flamengo do Ninho do Urubu até o aeroporto para o embarque rumo a Lima. Na quinta, o foco será a história de um integrante de uma família rubro-negra que nasceu em 1981 e que teve uma filha em 2019, além de informações do primeiro treino da equipe. Tanto na sexta como no sábado, Alex Escobar apresentará o programa diretamente da capital peruana, e exibirá no sábado uma reportagem com o ex-jogador Junior ao lado de Zico, relembrando histórias da conquista de 1981.

Já no Sportv, a emissora decidiu estender os programas 'Redação Sportv' e 'Seleção Sportv' até o sábado, com edições especiais. Na sexta, o quadro 'Boteco do Escobar' receberá os ídolos rubro-negros Adílio, Mozer e Tita, além do folclórico Neguinho da Beija-Flor.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também