CMB suspende ex-campeão olímpico russo Povetkin por doping

O boxeador russo Alexander Povetkin

O Conselho Mundial de Boxe (CMB) suspendeu por tempo indeterminado o ex-campeão olímpico russo Alexander Povetkin, que fez uso de substância proibida antes da luta pelo título mundial, em maio de 2016.

A punição, anunciada na noite quinta-feira, inclui multa de 250.000 dólares e reverte a decisão anterior do Conselho, que tinha decidido não suspender o boxeador.

Em agosto do ano passado, o CMB considerou que era impossível comprovar cientificamente que Povetkin tinha consumido Meldonium antes de 1 de janeiro de 2016, quando a substância foi proibida pela Agência Mundial Antidoping.

O CMB revisou a decisão e indicou que o boxeador ingeriu a substância desde a data de proibição.

O Meldonium aumenta a resistência física e agiliza a recuperação muscular, o que aumenta o rendimento e ativa o sistema nervoso central.

A amostras foram coletadas pela segunda vez em abril, antes da luta pelo título mundial, contra o americano Deontay Wilder. O duelo foi adiado pelo resultado positivo do russo.

O Conselho também falou no comunicado que o boxeador pode pedir a reincorporação depois que a sentença cumpre um ano.

Povetkin, de 37 anos, venceu o ouro nas olimpíadas de Atenas, em 2004.