Clubes de futebol se manifestam sobre Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

·2 min de leitura

Clubes de futebol usaram as redes sociais para se manifestarem no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, celebrado em 27 de janeiro. A data remete ao dia em que o campo de concentração e extermínio dos nazistas alemães, em Auschwitz, foi libertado pelas tropas soviéticas, em 1945.

O Palmeiras usou a hashtag #WeRemember, da campanha global criada para lembrar a data em todo o mundo.

"Relembrar o maior genocídio do século XX é necessário para que não repitamos os horrores de um dos períodos mais assombrosos da humanidade. Com respeito e fraternidade, todos somos um!", escreveu o Palmeiras, no Twitter.

O Santos afirmou que o “Holocausto é um passado sombrio que a humanidade jamais se esquecerá”. E acrescentou que o clube também tem o dever de sempre lembrar dessa história para ela não se repetir.

Outro clube paulista que se manifestou foi o São Paulo. O time do Morumbi publicou mensagem na qual manifesta respeito às vítimas e aos familiares do holocausto.

"É necessário lembrarmos das brutalidades do passado para que tenhamos mais humanidade no presente. Nosso respeito às vítimas e aos familiares, que mantêm a história viva", escreveu o tricolor.

No Rio, o tricolor carioca também usou a hashtag #WeRemember com o intuito de "sempre relembrar os momentos sombrios do passado para que o futuro seja protegido com mais humanidade".

O Vasco da Gama publicou uma imagem da Estrela de Davi, um dos símbolos do judaísmo, e escreveu: "Sempre lembrar, jamais esquecer".

Já o Botafogo fez um post com os dizeres: "Para jamais esquecer! Que a história seja respeitada e o futuro protegido".

O Grêmio usou suas redes sociais para ressaltar que o nazismo tirou a vida de 6 milhões de judeus e outras minorias que considerou impuras. "O Grêmio lembra e clama que algo assim jamais se repita!", diz o post.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos