Clubes das Séries A e B têm nova reunião para discussão de liga independente

·1 minuto de leitura

As discussões sobre uma possível liga independente no futebol brasileiro não ficaram restritas ao primeiro contato. Pelo contrário, se a primeira reunião mobilizou 19 clubes, o segundo encontro, que vai acontecer na próxima segunda-feira (28), em São Paulo, terá a presença das 40 instituições esportivas das Séries A e B. Ao contrário da Superliga Europeia, não se trata de uma ruptura com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas sim de um trabalho em conjunto.

Algumas questões centrais serão discutidas pensando na organização do Brasileirão de 2022. Por exemplo, como pagar o VAR, como montar um novo sistema jurídico e pagar taxas de arbitragem. Ainda não se fala em mudança de calendário e, no primeiro momento, a proposta será fortalecer a liga empresarialmente. Assim, contratos de televisão só serão negociados em 2024.

Intenção dos clubes não é romper com a CBF | Buda Mendes/Getty Images
Intenção dos clubes não é romper com a CBF | Buda Mendes/Getty Images

Embora a intenção não seja romper com a CBF, as instituições esportivas vão debater como participar do processo de sucessão da entidade e sobre a escolha do novo presidente - Rogério Caboclo deverá ser afastado definitivamente depois das denúncias. O principal objetivo dos times participantes é organizar o Campeonato Brasileiro a partir de 2022, sem ruptura de contrato. O Sport faltou à primeira reunião, mas será representado virtualmente no segundo encontro.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos