Clubes da Serie A interrompem venda de ingressos, após Itália limitar capacidade dos estádios

·1 min de leitura

ROMA (Reuters) - Vários clubes da Serie A, primeira divisão do Campeonato Italiano, incluindo Internazionale e Juventus, suspenderam a venda de ingressos para as próximas partidas, após os estádios de futebol na Itália terem sua capacidade máxima reduzida para 50% para combater o crescimento de infecções por coronavírus.

O Ministério dos Esportes confirmou que cortou a capacidade para eventos esportivos a céu aberto de 75% para 50%, e para eventos em locais fechados, para 35%, apresentando os detalhes de um decreto de restrições de eventos anunciado na noite de quarta-feira.

Casos diários de coronavírus explodiram na Itália esta semana, chegado a um patamar recorde de 98.030 na quarta-feira, com o número de internações também em alta.

A principal liga de futebol do país está atualmente em uma pausa de inverno de duas semanas, mas uma série grandes clubes interromperam as vendas de ingressos antes do retorno dos jogos, em 6 de janeiro.

A Roma parou as vendas na quarta-feira para seus jogos contra Juventus, Cagliari e Lecce, enquanto a Lazio suspendeu as vendas para seu próximo compromisso, diante do Empoli.

O jogo em casa da Juventus contra o Napoli e a viagem da Roma para enfrentar o Milan são os dois confrontos de destaque do retorno da Serie A em janeiro, com os quatro clubes entre os seis primeiros colocados da tabela.

(Por Alasdair Mackenzie; reportagem adicional de Angelo Amante)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos