Clubes aprovam por maioria de votos volta de público na Série A; Bahia e Santos têm seus jogos adiados

·1 minuto de leitura


O Campeonato Brasileiro voltará a contar com público. O Conselho Técnico realizado nesta terça-feira (29) decidiu por maioria que os torcedores poderão voltar aos estádios, mesmo sem 100% das cidades terem liberação das autoridades. De acordo com o UOL, apenas o Athletico-PR entre os 19 representantes dos clubes que participaram da reunião se opôs à presença da torcida. Além disto, a novidade trará ajustes na tabela da competição nacional.

Os confrontos do Bahia com o Ceará e do Santos com o Fluminense, válidos pela 23ª rodada, serão adiados. Até o momento, houve permissão do governo da Bahia para o regresso da torcida. Já em São Paulo, o decreto para a volta de público passará a ser válido na segunda-feira (4).

Mesmo diante deste panorama, o Palmeiras manteve seu jogo com o Juventude, no Allianz Parque, com portões fechados. O confronto entre RB Bragantino e Corinthians também será sem público.

O Bahia aceitou que os demais participantes joguem com público ao menos até a 26ª rodada. Nesta data, há expectativa de que o governo dê aval para a retomada do público nos estádios em meio à pandemia de Covid-19.

O Flamengo novamente não enviou representantes ao Conselho. O clube frisou que ""não cabe à CBF ou aos clubes coletivamente deliberar acerca da existência ou não de público nos estádios, por entender ser uma decisão interna de cada clube, desde que aprovada pelas autoridades competentes".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos