Clube turco desmente saída de atacante para o Manchester United

Besiktas negou negociações pela saída de Wout Weghorst (EFE/ Alberto Estevez)


O Besiktas negou que esteja negociando a saída do atacante Wout Weghorst para o Manchester United. O clube turco salientou que o centroavante o pertence até o fim do contrato, que se encerra em junho de 2023, e negou que exista uma cláusula de rescisão do acordo.

- É fictícia a alegação de que exista uma cláusula de rescisão no contrato do nosso jogador por uma indenização de 2,5 milhões de euros em caso de uma oferta da Premier League. A notícia de que o jogador deixará o time na terça-feira é totalmente inverídica. Informamos que caso haja desenvolvimento sobre este assunto, nossa estimada comunidade e público serão informados.

De acordo com o jornalista Fabrizio Romano, Weghorst havia sido oferecido ao Manchester United por empréstimo até o fim da temporada com opção de compra. O clube inglês busca reforçar seu setor ofensivo desde a saída de Cristiano Ronaldo, mas vem encontrando dificuldades em achar em nome que caiba dentro do orçamento.

No último domingo, a imprensa turca chegou a dizer que Vincent Aboubakar poderia vestir a camisa do Besiktas em caso de saída do holandês. O atacante de Camarões deixou o Al-Nassr por conta da chegada de Cristiano Ronaldo, uma vez que o Campeonato Saudita permite a presença de apenas oito estrangeiros por equipe.