Clube roraimense abandona campo em protesto por Federação manter jogos no Estadual

Vinícius Faustini
LANCE!


A opção da Federação Roraimense de Futebol (FRF) por dar prosseguimento ao Campeonato Estadual mesmo diante da pandemia do coronavírus ocasionou uma reação forte do Baré na noite da última terça-feira. Logo após o árbitro Yungo Paiva dar início à partida (que seria realizada com portões fechados), o elenco do Colorado saiu de campo do Estádio Ribeirão.

O clube, que chegou a cogitar não comparecer na partida (válida pela quarta rodada do primeiro turno), promoveu um protesto bem curioso. Antes de a bola rolar, todo o seu elenco foi para o gramado usando máscaras e luvas cirúrgicas.

Após terem deixado o gramado em meio aos aplausos irônicos do elenco do Mundão, o árbitro esperou os 30 minutos até determinar que a partida está "suspensa até a próxima ordem".

Mandatário do Baré, Oziel Araújo Neto contou ao LANCE! o que pesou para a equipe fazer o protesto.

- Foi uma forma de alertarmos para o cuidado que todos devem ter com a saúde. Este é um momento no qual temos de nos prevenir. Por isto, em vez de fazermos um W.O., decidimos entrar em campo e expor o nosso posicionamento - afirmou.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também