Clube chinês é punido por cartaz com insultos a moradores de Hong Kong

Logo da Confederação Asiática de Futebol (AFC), em Kuala Lumpur, em 15 de março de 2017

O clube chinês de Ghangzhou Evergrande foi sancionado por um cartaz apresentado pelos torcedores que chamava de "cães britânicos" os moradores de Hong Kong durante uma partida pela Liga dos Campeões da Ásia na ex-colônia, anunciou nesta quinta-feira a Confederação Asiática (AFC).

O Evergrande, que foi condenado a duas partidas de suspensão condicional, também recebeu uma multa de 22.500 dólares (20.500 euros). Esta suspensão cautelar não será aplicada de forma automática, já que a AFC estipulou que a punição se tornará efetiva quando houver um novo incidente.

"Aniquilem os cães britânicos, destruam o veneno da independência de HK", escreveram em chinês alguns torcedores visitantes no dia 25 de abril na vitória de sua equipe contra o local por 6-0.

A antiga colônia britânica se beneficia há 20 anos de um status de território chinês semiautônomo, mas existe um forte desejo de independência diante de Pequim.